A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

08/10/2014 18:45

Delcídio retorna de Brasília com estratégia de enfrentamento com PSDB

Ludyney Moura
Reunião de Delcídio reuniu pelo menos 30 prefeitos do interior do Estado na tarde hoje na Capital (Foto: Marcelo Calazans)Reunião de Delcídio reuniu pelo menos 30 prefeitos do interior do Estado na tarde hoje na Capital (Foto: Marcelo Calazans)
O candidato prometeu manter o foco dessa nova eleição nas maiores cidades do Estado (Foto: Marcelo Calazans)O candidato prometeu manter o foco dessa "nova eleição" nas maiores cidades do Estado (Foto: Marcelo Calazans)

De volta à Capital depois de outros encontros com a presidente Dilma Roussef (PT), candidata à reeleição, o candidato do PT ao Governo do Estado, senador Delcídio do Amaral, retornou com a promessa de uma campanha de 2º turno com “enfrentamento de propostas”.

“Vamos fazer o embate dois projetos, mostrar os avanços que conquistamos ao longo desses últimos 12 anos, principalmente na questão da inclusão social. Os números são absolutamente inquestionáveis, sob o ponto de vista de análise dos dois governos”, afirmou o senador durante reunião na tarde desta quarta-feira (8) com cerca de 30 prefeitos de municípios do interior.

Delcídio também revelou que além dos 12 partidos que integram sua coligação, outros três partidos, PP, PSOL e PRB devem anunciar até o final da semana adesão à campanha petista. “Eu conversei com o Alcides Bernal (presidente regional do PP e ex-prefeito de Capital) por telefone e por seu posicionamento politico vai nos acompanhar. Estamos montando nosso time na linha de coerência que nos acompanhou”, disse.

Os petistas estão encarando o 2º turno como uma nova eleição, e já nesta quinta-feira (9), o candidato recomeça a gravação do programa eleitoral gratuito para rádio e TV, que agora terá 10 minutos de duração, tempo idêntico ao do candidato tucano, deputado federal Reinaldo Azambuja.

“Eu pretendo fazer discussão de projetos e propostas, mas se bater vai levar. E te garanto que não vão gostar do que vão levar”, pontuou Delcídio.

A estratégia para esta nova fase da campanha envolve um atenção especial aos municípios onde teve uma votação menor que seu adversário. “Vamos focar em Campo Grande e Dourados. Vamos organizar em equipes, fazer plenária nas ruas, e juntar um elenco de apoiadores que carreguem nossas bandeiras, estamos muito bem estruturados para isso”, finalizou o candidato.

Segundo Delcídio a coordenação do 2º turno da campanha será feita na Capital pelo deputado federal eleito, Zeca do PT, e pelo candidato petista ao Senado, Ricardo Ayache, que ficou em segundo na disputa. Já em Dourados, o eleito deputado estadual petista João Grandão vai coordenar em conjuntos com dois parlamentares que não se reelegeram, Laerte Tetila (PT) e Londres Machado (PR), candidato a vice-governador.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions