A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

28/02/2013 19:52

Delegada ouvirá um só vereador por vazamento de gravação do Gaeco

Zemil Rocha e Aline dos Santos
Vereador João Ligeiro será ouvido em breve (Foto: Arquivo)Vereador João Ligeiro será ouvido em breve (Foto: Arquivo)

A delegada de polícia de Bonito, Maira Machado, informou hoje que o vereador Amir Peres Trindade, mais conhecido como João Ligeiro (PDT), será convocado a depor sobre o vazamento de gravação feita pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), que acabaram originando um vídeo postado no “youtube” com conversas da candidata a vice-prefeita Luisa Aparecida de Lima (PR). Outras cinco pessoas serão chamadas para depor no caso.

João Ligeiro será o único vereador a prestar esclarecimentos à delegada Maira Machado, apesar de todos os nove integrantes da Câmara de Bonito serem partes no processo sobre irregularidades, que gerou a prisão do vereador Nandinho do PT. Segundo o Ministério Público, a suspeita recai sobre um vereador que teve acesso ao processo, por ser parte, o que confirma a informação veiculada em primeira mão pelo Campo Grande News.

Indagada sobre a perícia do computador apreendido numa “lan house”, que poderia dar o indicativo do ID de onde partiu cópia da gravação feita a partir de intercepções telefônicas, a delegada Maira Machado informou que o resultado só deve sair dentro de 20 dias. Dados a serem repassados pelo Google serão fundamentais para identificar o computador de onde se originou as gravações.

Segunda ela, a ordem judicial para retirada dos vídeos postados no “youtube” foi cumprida pelos divulgadores e compatilhadores. O crime por vazamento de informações sigilosas, fruto de interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça, conforme a delegada, poder gerar pena de 2 a 4 anos de prisão.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions