A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

27/10/2010 08:21

Delegado confirma apreensão de documentos com vereador

Redação

O delegado Silvério Arakaki, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), confirmou nesta manhã a apreensão de documentos como parte da investigação sobre o assassinato do presidente da Câmara de Vereadores de Alcinópolis, Carlos Antônio Carneiro (PDT), 40 anos, ocorrido ontem em Campo Grande.

O pai do vereador, o vice-prefeito da cidade, Alcino Carneiro (PDT), havia afirmado ao Campo Grande News que foram apreendidos documentos que estavam no carro do filho, que seriam referentes a uma denúncia contra o prefeito Manoel Nunes (PR), por rasurar o orçamento da cidade em vez de pedir suplementação de verbas, por dificuldade de aprovar mudanças diante da oposição na Câmara.

Os documentos seriam entregues ao Ministério Público Estadual. Ontem, o vereador foi até o Hotel Vale Verde, depois de receber convite para um falso almoço. No local, não encontrou a pessoa que havia marcado o encontro e ao sair do hotel foi executado, na rua ao lado, quando entrava no carro, um veículo Eco Sport.

Silvério Arakaki não explicou que tipo de documentos foram apreendidos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions