A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

06/09/2018 13:17

Depois de um mês, Sedesc troca de comando e ex-secretário troca de pasta

Prefeito outorgou outro cargo ao titular após pedido de exoneração

Kleber Clajus
Buainain havia pedido exoneração em julho, mas estendeu sua permanência a pedido do prefeito Marquinhos Trad (PSD) (Foto: Arquivo)Buainain havia pedido exoneração em julho, mas estendeu sua permanência a pedido do prefeito Marquinhos Trad (PSD) (Foto: Arquivo)

Luiz Fernando Buainain teve confirmada, nesta quinta-feira (6), sua exoneração do comando da Sedesc (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e de Ciência e Tecnologia) de Campo Grande. Ele anunciou renúncia, em julho, mas se manteve no cargo a pedido do prefeito Marquinhos Trad (PSD) que agora nomeou o engenheiro agronômo Abraão Malulei. 

Buainain comandou a secretaria por um ano e oito meses, retomando projetos parados do Prodes (Programa de Desenvolvimento Econômico e Social) que concede incentivos fiscais a empresas interessadas em se fixar ou expandir suas operações na Capital.

Havia, a princípio, interesse do ex-secretário em assumir um cargo na Central de Projetos, contudo o prefeito optou em nomeá-lo como secretário-adjunto na Controladoria-Geral de Fiscalização e Transparência. A nova pasta, inclusive, teve comando alterado hoje com a saída de Evandro Bandeira, por questões particulares, e entrada de Luiz Afonso de Freitas.

As alterações de comando foram publicadas em duas edições do Diário Oficial do município.

Trocas de comando - O engenheiro agronômo Abraão Malulei, 53 anos, tem especialização em conservação de solo, irrigação, drenagem e gestão empresarial. Este ocupou cargos de direção em empresas do Estado e foi vice-presidente do CREA-MS (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso do Sul).

Ao assumir como secretário da Sedesc, Malulei pontuou o compromisso de buscar novos investimentos nos campos da ciência, tecnologia e fortalecimento do cinturão verde.

Depois de atuar como adjunto na Controladoria-Geral, Luiz Afonso Freitas Gonçalves, 54 anos, assume a pasta com pretensão de dar continuidade ao trabalho em desenvolvimento. Ele é formado em Direito e Engenharia Agronômica, com pós-graduação em Administração de Empresas Agrárias, MBA em Gestão Empresarial e pós-graduando em Direito do Estado.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions