A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

18/02/2014 12:33

Deputados aprovam projeto que prevê assistência a policiais vítimas de acidentes

Leonardo Rocha
Deputado Pedro Kemp, autor da proposta, ressaltou que agora os policiais terão a devida assistência (Foto: Divulgação)Deputado Pedro Kemp, autor da proposta, ressaltou que agora os policiais terão a devida assistência (Foto: Divulgação)

Os deputados aprovaram hoje (18), em segunda votação, o projeto que prevê assistência médica completa a policiais civis e militares, além de bombeiros que forem vítimas de acidentes durante o trabalho.

Por se tratar de uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) o texto não precisa passar pelo “crivo” do executivo e já irá direto para publicação.

“Existem muitos acidentes no trabalho e depois o servidor acaba tendo custos que não pode pagar, assim como próteses e até cirurgias”, afirmou o autor da proposta, o deputado Pedro Kemp (PT).

De acordo com ele, apesar do servidor dispor da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul), ela não cobre todas as despesas médicas.

“Em uma questão de cirurgia, o servidor precisa arcar com até 30% deste valor, sem contar outras situações, agora terá a cobertura integral”, apontou ele.

O petista lembrou-se de um policial de Amambai que não teve condições de pagar a cirurgia e precisou contar com a “contribuição” dos colegas para continuar o tratamento. “Esta situação não vai mais ocorrer, foi uma conquista para classe”.

Movimentação – Durante a sessão de hoje vários representantes da policia civil e militar estiveram na Assembleia para pedir a “cooperação” e apoio dos deputados. O presidente da Sinpol-MS (Sindicato dos Policiais de Civis de Mato Grosso do Sul), Alexandre Barbosa, comemorou o resultado da votação.

“Em muitos casos os policiais não tinham recursos para pagar o tratamento e estavam em situação adversa por trabalhar pelo Estado, estar em confronto com bandidos, este projeto vai nos dar a devida assistência”, ressaltou ele.

Ele também ressaltou que além desta reivindicação que foi atendida, também tem outras pautas que os policiais vão pedir o apoio dos deputados e do governo estadual.

“Iremos solicitar que melhore nossas condições de trabalho, acredito que com o diálogo possamos avançar em vários quesitos”.




Parabéns por mais esta conquista e parabéns também ao meu parente BARBOSA, Alexandre pelo belo trabalho que vem desenvolvendo na direção da SIMPOL-MS. Espero realmente que o Governo do Estado convoque todos os aprovados em todas as fases no concurso da PCMS 2013, isso vai melhorar muito o efetivo da corporação e lutaremos juntos contra a criminalidade no estado, principalmente nas fronteiras.
 
Antonio Neto em 19/02/2014 15:09:12
Como vai ser cumprida? Em que circunstâncias ela será cumprida? Como acionar o Estado para que seja ela cumprida? Que Órgão do Estado deverá ser acionado caso seja necessários o acionamento? Posso estar mordendo minha lingua... Mas isso ta me cheirando garimpo de votos... Porque só agora lembraram da gente? A cada dia me sinto mais triste com essa Politica praticada no MS ... Ja temos o Cassems que aqui me Dourados é mais rápido ser atendido no SUS do que no Hospital Cassesms, até GVT está sendo atendido la... GVT é do Estado? Farei o seguinte... vou da um tiquim de crédito pra essa lei, porém ainda NÃO acreditando nela. Tenho dito e assino!
 
Jeder Fabiano em 19/02/2014 08:52:31
Muito justo o projeto, mas acho que tal benefício deveria ser estendido a todo e qualquer servidor Estadual, independentemente de ser de carreira policial!
 
LUIZ CARLOS em 18/02/2014 21:50:03
Demorô, mas antes tarde do que nunca.
 
juraci callado em 18/02/2014 14:36:44
Muito bom, maravilha, antes tarde do que nunca, a classe policial com certeza vai comemorar esta conquista,parabéns ao legislativo. É muito triste um policial no exercício de suas funções, tenha sua integridade física prejudicada, sofre ele, a família, que espera por uma resposta rapida do estado, parabéns.
 
helton cortez em 18/02/2014 14:19:43
Muito bom. Nada mais justo, afinal, diuturnamente, com pouco ou nenhum estímulo (leia-se recursos humanos e materiais apropriados), arriscamos nossas vidas em prol de vidas alheias, numa profissão em que o risco faz parte da rotina diária. Contudo, tendo tal proposta partido do deputado Pedro Kemp, muito me espanta. Sua consciência deve ter pesado tanto que resolveu reconhecer e parcialmente corrigir as tantas injustiças que praticou contra nossa classe ao longo de sua carreira política.
 
Fernando Silva em 18/02/2014 13:26:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions