A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

04/05/2018 11:50

Deputados querem criar frente em defesa das áreas de preservação

Grupo de trabalho teria como objetivo debater o tema e aumentar a fiscalização nestes locais

Leonardo Rocha
Deputados Renato Câmara e Amarildo Cruz querem formar grupo de trabalho (Foto: Luciana Nassar/ALMS)Deputados Renato Câmara e Amarildo Cruz querem formar grupo de trabalho (Foto: Luciana Nassar/ALMS)

Os deputados articulam a criação de uma frente parlamentar para evitar danos em áreas de preservação ambiental, em Mato Grosso do Sul. A intenção é que este grupo de trabalho possa realizar a devida fiscalização, fazer denúncias ao poder público e debater o tema no legislativo.

“Atualmente há no Estado muita supressão da mata nativa e outras situações que podem afetar diretamente o meio ambiente. Esta discussão precisa ser ampliada, sendo necessário uma frente para debater o assunto junto à sociedade”, disse o deputado Renato Câmara (MDB), um dos idealizadores da proposta.

Ele ponderou que é necessário aprimorar a fiscalização nestes locais. “Estive no Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema, lá é o maior patrimônio que Mato Grosso do Sul tem em área de preservação permanente, com 73 mil hectares que contempla três biomas, mas o lugar está fechado, sem investimentos e pesquisas”, disse Câmara.

O deputado Amarildo Cruz (PT) já se colocou à disposição para fazer parte do grupo de trabalho. “Tenho preocupação com o que acontece no Estado. Devemos ter um olhar diferenciado e trabalhar em conjunto com a comissão de meio ambiente. Não dá para fechar os olhos aos prejuízos e danos ambientais”, relatou o petista.

Para Grazielle Machado (PSD) é muito importante esta preservação ambiental. “Quero que nossos filhos possam desfrutar de um Estado cada vez melhor. Temos que cuidar dos peixes, das bacias hidrográficas e do Pantanal”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions