A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

04/03/2015 12:48

Deputados querem suspender taxa de inspeção veicular em MS

Leonardo Rocha
Kemp afirmou que recebeu inúmeras reclamações sobre a taxa e que deputados podem sustar (Foto: Roberto Higa/ALMS)Kemp afirmou que recebeu inúmeras reclamações sobre a taxa e que deputados podem sustar (Foto: Roberto Higa/ALMS)

Os deputados que integram a bancada do PT, na Assembleia Legislativa, apresentaram um projeto de decreto legislativo, que tem a intenção de sustar a portaria do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de MS), que regulamenta a taxa de inspeção veicular. Eles alegam que a cobrança é indevida e exorbitante para população de Mato Grosso do Sul.

O deputado Pedro Kemp (PT), um dos autores do projeto, afirmou que recebeu inúmeras reclamações por meio das redes sociais por parte da população, insatisfeita com esta cobrança, que pode variar de R$ 103,00 até R$ 120,00.
“Estamos questionando a forma que foi implantada, através de uma portaria que extrapola a prerrogativa do executivo, que deveria ter sido discutido e feito por meio de um projeto de lei”, explica o petista.

Kemp afirmou que o legislativo estadual pode com a aprovação deste projeto, suspender os efeitos desta portaria. “Vamos buscar o apoio dos demais colegas, para que esta ação seja realizada”, ponderou ele.

O deputado João Grandão (PT) solicitou que o governo faça uma análise orçamentária sobre esta taxa, já que para ele, estes recursos arrecadados não fazem parte de um programa fixado do Plano Plurianual. “É fácil para a equipe de governo levantar estes dados”.

Já Cabo Almi (PT) pediu mudanças significativas, como a ampliação de 5 para 10 anos dos veículos que precisariam passar por esta vistoria. “Estes sim podem causar algum dano (acidente), os outros é excesso de zelo”.

Marquinhos Trad (PMDB) apoiou as ações dos colegas e ainda apontou alguns dados, sobre esta vistoria no Estado. “São 300.154 carros somente em Campo Grande, que diz como argumento priorizar a segurança, que poderiam atingir mais de 50% dos veículos, uma carreta poderia pagar até R$ 480,00”.

Defesa – O líder do governo, o deputado Rinaldo Modesto (PSDB), ponderou que até o momento não chegou nenhuma denúncia de irregularidade no Detran-MS e que o governo estadual já começou um estudo para ampliar os locais que podem fazer a vistoria, assim como diminuir o valor da taxa. “Temos que abrir um diálogo, não sei nem se temos esta prerrogativa (sustar)”, disse o tucano.

Os deputados inclusive já convidaram o diretor-presidente do Detran-MS, Gerson Claro, para comparecer a Casa de Leis e dar as devidas explicações sobre esta inspeção veicular. Esta visita está prevista para o dia 10 de março.

Portaria – O ex-governador André Puccinelli (PMDB), junto com o diretor-presidente do Detran-MS, assinaram uma portaria no final do ano passado, que estabeleceu a vistoria periódica veicular anual, quando for feito o licenciamento do mesmo, para veículos com mais de 5 anos de fabricação.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) já afirmou que esta portaria atende a regras do Denatran, que atinge todos o estados do país. Sobre as reclamações em relação a taxa, o tucano disse que iria estudar uma redução no valor, assim como criar condições para diminuir filas.

Câmara vai homenagear 84 pessoas em sessão do aniversário de 118 anos
A Câmara Municipal de Campo Grande vai homenagear 84 pessoas em sessão solene na próxima quarta-feira (dia 23). Na ocasião, a partir das 19h, serão ...
Moreira Franco: MP das Rodovias dará segurança jurídica e resolverá problemas
O ministro da Secretaria Geral da Presidência, Moreira Franco, afirmou que a MP das Rodovias vai garantir condições de investimento nas concessões at...
Puccineli quer candidato de consenso a presidência do PMDB em MS
Só se for sem disputa. É assim que o ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), quer disputar o comando da legenda no Estado, nas ...



Vejam bem a roubalheira isso sim roubalheira do Governo eu tinha uma moto de Campo Grande e fui trasnderir pra cidade que encontro e outro Estado paguei aqui a taxa de inspeção chamada lacrada de 20 reais e chegando o documento no Detran de Campo Grande tive que pagar mais 104, reais pela taxa que já tinha pago ou seja roubado mesmo e se vc não paga não fazia o documento , pareçe que estamos em outro País , Governo rouba menos porque quem trabalha não aguenta mais a mordomia de vcs e a roubalheiras canalhas , um dia vcs vão ter que acerta contas , e ai quantas pessoas morreram em Hospitais por falta de UTI , por causa dos roubos de vcs e a Educação um caos e a nossa Segurança fragilizada e não pelos profissionais que até acho que são Hérois mesmo , em trabalhar sem condições e ariscar vida
 
jefferson rodrigues vasques em 04/03/2015 14:51:55
Dos males o melhor para a população, vamos apoiar o pedido do Dep. Cabo Almi que é de exigir a vistoria de veículos com mais de 10anos de uso! o certo seria retirar mais essa taxa(imposto).
 
Roberto em 04/03/2015 13:22:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions