A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/07/2009 09:54

Deputados vão optar entre emenda maior ou carimbar obras

Redação

O governador André Puccinelli (PMDB) fará com que os deputados estaduais escolham entre manter as emendas parlamentares no valor de 500 mil para cada, mais direito a "batizar" R$ 500 mil em obras do governo do Estado, ou receber R$ 700 mil em emendas, sem "carimbar" obras.

Conforme o deputado Youssif Domingos (PMDB), líder do governo na Assembléia Legislativa, o governador André Puccinelli (PMDB) fará a proposta amanhã aos deputados estaduais. A reunião será às 9h30, na presidência da Assembleia Legislativa.

"Se der os R$ 700 mil, dificilmente, o governo entregaria os outros R$ 500 mil. Mas vamos discutir na reunião", afirma Youssif Domingos. Ele acredita que a maioria dos parlamentares optará pelo aumento.

Contudo, uma obra importante para a cidade também rende dividendos políticos em ano pré-eleitoral. Atualmente, cada deputado tem direito a R$ 1 milhão, distribuído entre emendas e "carimbo" de obras.

Somente os quatro deputados do PT não aceitam "batizar" obras do governo do Estado. Desta forma, os petistas devem optar pelos R$ 700 mil, equivalente a um aumento de 40%.

Ontem, com 23 votos a favor e um em branco, a Assembleia Legislativa aprovou a indicação do deputado federal Waldir Neves (PSDB) para conselheiro do TCE (Tribunal de Contas do Estado). A votação foi secreta. Desta forma, o suplente Marçal Filho (PMDB) obtém uma vaga na Câmara Federal e concretiza os planos do governador André Puccinelli. Em dezembro de 2008, Puccinelli "previu" as mudanças na Câmara e no TCE.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions