A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

28/08/2015 12:30

Desafeto de Bernal, médico ganha vaga de vereador e já elogia prefeito

Leonardo Rocha
José Eduardo Cury vai assumir vaga de Paulo Pedra na Câmara Municipal (Foto: Arquivo)José Eduardo Cury vai assumir vaga de Paulo Pedra na Câmara Municipal (Foto: Arquivo)

O médico José Eduardo Cury, que coordenava o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), na gestão de Gilmar Olarte (PP), irá assumir a vaga do vereador Paulo Pedra (PDT), na Câmara Municipal, ela ocupava a posição de primeiro suplente nesta coligação. Entre janeiro de 2013 e março do ano passado, ele e Bernal trocaram acusações e Cury chegou a ser alvo de sindicâncias por supostos plantões fantasmas. Agora, ele até elogiou a nova postura do prefeito.

Cury revelou que quando assumir o cargo no legislativo espera levar projetos de saúde e de outras áreas para discussão, tendo toda tranquilidade necessária, em função da situação delicada que a cidade passa, nos últimos tempos.

“Sabemos que a cidade está machucada, momento complicado, desde que me candidatei já tinha projetos que quero apresentar”. Sobre o retorno de Alcides Bernal (PP), ele elogiou as primeiras ações do prefeito, apesar de reconhecer que teve suas diferenças técnicas no passado com o gestor.

“O Bernal começou coerente e feliz nas decisões, está conduzindo com muito cuidado, com a proposta de pacto por Campo Grande, é hora de todos se ajudarem, até para dar legitimidade, não continuar os conflitos”, disse ele.

O futuro vereador ainda destacou que depois deste “chamamento” do prefeito, não existem razões para não contribuir. A relação do médico com Bernal se desgastou quando o prefeito, por meio da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), abriu sindicância em relação a “plantões fantasmas” do médico, que chegavam, segundo Bernal, até o valor de R$ 635 mil entre janeiro de 2008 e dezembro de 2012.

Cury na época negou as acusações dizendo que a denúncia era “mentirosa” e que ainda repudiava uma atitude "mesquinha", sem qualquer comprovação. O médico ainda alegou que se tratava de um “revanchismo político”, pelo fato dele ter feito parte da gestão de saúde, na época do ex-prefeito Nelsinho Trad (PMDB).

Ele voltou ao comando do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) na gestão de Gilmar Olarte, tanto que até o momento ainda continua respondendo pelas atividades no local. “Sabemos que se trata de cargos de confiança, mas estamos justamente esperando a nova equipe assumir”.

Paulo Pedra, que vai abrir a vaga para Cury na Câmara Municipal, ressaltou que vai conversar com o médico para que ele possa fazer parte da base aliada de Bernal e assim construir o governo de coalisão que a nova administração precisa.



Esse queria ser vereador de qualquer jeito.
 
Ganso em 28/08/2015 14:25:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions