A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Julho de 2018

07/03/2010 09:05

Discussões e acusações marcam conflito de militantes

Redação

Os ânimos se exaltaram esta manhã durante a abertura do processo de eleições prévias para a escolha do candidato ao senado pelo PMDB. Em frente ao colégio Joaquim Murtinho, Beto Pereira, prefeito de Terenos e principal cabo eleitoral de Valter Pereira discutia com Antonieta Trad, primeira dama de Campo Grande e apoiadora do deputado federal Waldemir Moka

De acordo com militantes, o bate boca começou porque ambos se acusavam de invadir o "espaço" de campanha mútuo. A discussão exaltou ânimos, mas durou apenas poucos minutos.

Mesmo assim a primeira dama da Capital colocou panos quentes na disputa. Segundo ela, não houve bate boca, só uma simples discussão sobre a organização da campanha.

Acusações - Antonieta Trad foi acusada esta manhã pelo senador Valter Pereira de ter coagido servidores comissionados da prefeitura a votarem no deputado federal Waldemir Moka. Ao ser questionada sobre o caso, a primeira dama se defendeu.

"Tenho respeito à equipe da prefeitura, ao senador e à democracia. Tenho certeza de que quem vencer vai apoiar o outro mdbista", em referencia à filiação dos candidatos ter acontecido ainda na época do antigo MDB (Movimento Democrático Brasileiro), que deu origem ao partido.

Antonieta usou o exemplo de uma idosa como defesa. A senhora se encaminhava para a votação com um botom do deputado Waldemir Moka. "Você está vendo essa senhora? Você acha que ela é funcionária ou uma simpatizante do deputado Moka que veio votar?", questionou.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions