A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 24 de Abril de 2018

22/07/2008 10:23

Em 2 cidades, 42 candidatos têm que provar que sabem ler

Redação

Em Iguatemi e Tacuru, 42 candidatos a vereador têm que provar que sabem ler e escrever. As duas cidades juntas têm cerca de 27 mil habitantes.

Os candidatos não apresentaram documentos comprovando escolaridade, apenas declarações de próprio punho de que são alfabetizados. A Justiça Eleitoral dos municípios entendeu que a declaração não é prova suficiente, já que pode ter sido escrita por outra pessoa.

O juiz da 25ª zona eleitoral, Eduardo Lacerda Trevisan, explica que os 42 candidatos terão que ou apresentar um comprovante de escolaridade, ou ir ao cartório e, diante de um escrivão eleitoral, escrever de próprio cunho que são alfabetizados. Caso o escrivão note dificuldade do candidato, poderá ser marcada uma prova.

Impugnação - Além disso, o candidato a vice-prefeito Darci Thiele (PMDB) e seis candidatos a vereador em Iguatemi respondem a processo de impugnação da candidatura. O candidato a vice-prefeito foi impugnado por causa de sua vida pregressa. Ele foi multado pelo Tribunal de Contas em sua gestão como prefeito e responde a ações penais, nenhuma com trânsito em julgado.

O caso de Darci não chegou ainda ao juiz eleitoral Eduardo Lacerda Trevisan. Mesmo se o juiz entender pela impugnação, Darci poderá recorrer da decisão.

Os candidatos a prefeito de Iguatemi são Geones Peixoto (do PDT, com Eva Mendes, do PP, vice) e José Roberto Arcoverde (do PSDB, com Darci vice).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions