A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019

04/12/2014 12:11

Em MS, candidato à presidência da Câmara dos Deputados prega independência

Deputado Eduardo Cunha iniciou campanha em Mato Grosso do Sul

Paulo Fernandes e Leonardo Rocha
Deputado Eduardo Cunha afirmou que a Câmara, em muitos momentos, se tornou refém e auxiliar do Poder Executivo (foto: Marcelo Calazans)Deputado Eduardo Cunha afirmou que a Câmara, em muitos momentos, se tornou refém e auxiliar do Poder Executivo (foto: Marcelo Calazans)

Candidato à presidência da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) iniciou a sua campanha oficial, nesta quinta-feira (4), em Campo Grande, prometendo independência do parlamento em relação ao governo. Ele veio a Mato Grosso do Sul para falar com a bancada federal do Estado e foi recebido pelo governador André Puccinelli, na sede do Poder Executivo.

“Uma das minhas principais propostas é buscar o parlamento independente. Isso não significa oposição ao governo, apenas ter uma Câmara independente para que se fortaleça a democracia. Quando concordamos com os temas, fazemos parte da base e ajudamos, mas quando não concordamos também iremos firmar posição. O Poder Legislativo, em muitos momentos, se tornou refém e auxiliar do Poder Executivo”, disse o deputado.

Cunha afirmou contar com o apoio de um 'blocão' com PMDB, PTB, PR, SD e PSC. Ele também contou que irá buscar apoio das bancadas evangélica, de saúde e rural, além das bancadas estaduais e demais partidos. “Não espero ser unanimidade, vou buscar apenas a maioria para vencer”, disse. O candidato sugeriu ainda que o PT, da presidente Dilma Rousseff, fique com a vice-presidência da Câmara dos Deputados.

“Nem a minha vitória ou derrota será a do governo, mas existem temas que não vamos abrir mão, como a regulação da mídia, que não aceitamos”, declarou.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions