A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

06/11/2012 22:15

Em palestra, governador destaca industrialização e economia diversificada

Nyelder Rodrigues e Fabiano Arruda
Puccinelli apresentou diversos dados para os alunos na abertura do evento (Foto: Fabiano Arruda)Puccinelli apresentou diversos dados para os alunos na abertura do evento (Foto: Fabiano Arruda)

Começou nesta terça-feira (6) o 2º Encontro Empresarial, organizado pelo curso de Administração da UCDB. Na palestra de abertura, o governador André Puccinelli conversou com os participantes sobre a “Gestão do Estado de Mato Grosso do Sul”.

Vários pontos foram destacados pelo governador, entre eles a arrecadação estadual, o investimento na industrialização e diversificação da matriz econômica.

No início da palestra, Puccinelli apresentou dados sobre a geografia e logística do Estado, além de um gráfico destacando que 90% da receita estadual vêm do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços).

Ele também destacou a importância de manter a arrecadação estadual. “O segredo é ter receita e não gastar mais do que tem, como é com o cartão de crédito. É assim no poder público”.

Segundo o governador, quando assumiu em 2007, a dívida estadual de R$ 30 milhões e inadimplência com a União fez com que ele tomasse medidas rígidas de controle de gastos e apostasse na diversificação da matriz econômica do Estado.

Para isso, teve que avançar a industrialização por meio de políticas sócio-ambientais, nove projetos de infraestrutra que vão incorporar novas ares de produção e gerar mais empregos. Além disso, foi preciso asfaltar diversas rodovias, interligando as regiões do Estado.

Conforme André, uma política de incentivo fiscal para as novas indústrias foi implementada, com benefícios que chegam até 90% de redução de tributos para empreendimentos que gerem produtos ainda não gerados no Estado,

A diversificação da matriz econômica também foi mostrada como uma forma de ajudar na arrecadação, como em investir não apenas nos tradicionais setores da carne e grãos, mas também em áreas como o turismo e sucroalcooleiro.

Segundo Puccinelli, saltou de 11 para 24 o total de usinas no Estado desde quando assumiu. Além disso, o governador apontou que ainda restam seis milhões de hectares de áreas de pastagens degradadas que precisam ser recuperadas para serem incorporadas à produção.

Quanto a questão de geração de empregos, André afirmou que em 2008, foram 4.612 empregos criados, enquanto em 2012, até agora, já foram cerca de 29 mil, segunda dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

Outra forma de arrecadação do Estado são os repasses. De acordo com André, ele segue articulando maiores valores no FPE (Fundo de Participação Estadual) e na divisão dos royalties do pré-sal, evitando que o governo perca receita. Ele lembrou que o Mato Grosso do Sul tem 1,33% do FPE, enquanto Tocantins, que tem uma dívida menor, tem 4%.

Evento – O 2º Encontro Empresarial do curso de Administração da UCDB segue até quinta-feira (8), com a participação de acadêmicos de Administração e Ciências Contábeis. Neste terça, mais de 150 alunos acompanharam a palestra do governador.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions