A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

12/07/2013 14:50

Emenda de lei anticorrupção deve ser votada na próxima semana em Brasília

Mariana Lopes

A emenda de lei que transforma em hediondo os crimes de corrupção ativa, passiva, peculato e concussão foi entregue ao colégio de líderes na última quarta-feira (10) e deve ser votada na Câmara dos Deputados na próxima semana, no dia 16 de julho. O substitutivo é de autoria do deputado federal Fábio Trad (PMDB), de Mato Grosso do Sul.

Trad ressalta que a palavra agora está com o presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e com o colégio de líderes para decidir se a emenda será votada ou não na próxima terça-feira.

“Espero que o colégio de líderes tenha a sensibilidade política de entrar em consenso para pautar a matéria antes do recesso porque além de ser uma demanda justa que ecoa nas ruas do Brasil, a proposta inova no combate à impunidade ao determinar que todos os processos criminais que envolvam acusações de corrupção, peculato e concussão tenham prioridade na tramitação objetivando maior celeridade”, afirmou o deputado sul-mato-grossense.

O substitutivo de Fabio Trad condensa as propostas dos deputados João Campos, do PSDB goiano (PL-3506/2012 – torna hediondos os crimes de peculato, concussão, corrupção ativa e corrupção passiva); Fernando Francischini, do PSDB paranaense (PL 3238/2012 - inclui o crime de corrupção no rol de crimes hediondos) e Júlio Delgado, do PSB mineiro (PL 5784/2005 - torna hediondo todo crime praticado contra o patrimônio público).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions