A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

12/06/2013 12:00

Encontros regionais “acirram” disputa entre partidos para 2014

Leonardo Rocha
Rinaldo aposta em estratégia usada pelo PSDB nas eleições municipais (Foto: divulgação)Rinaldo aposta em estratégia usada pelo PSDB nas eleições municipais (Foto: divulgação)

Os principais partidos do Estado estão articulando encontros regionais, para buscar alianças no interior, com intuíto de viabilizar a candidatura de seus representantes para 2014. O PMDB se adiantou e já iniciou esta “excursão” no mês passado, já o PT só começa na semana que vem, pela segunda maior cidade do Estado, Dourados. O PSDB também decidiu ir a campo, porém só vai iniciar seu projeto no segundo semestre, assim como fez nas eleições municipais.

O deputado estadual Junior Mochi (PMDB), atual presidente regional do partido, ressaltou que o partido começou antes, para conseguir “mobilizar a militância” e trazer novos filiados ao partido, além de discutir quais serão as estratégias para 2014. “Começamos cedo porque precisamos definir nosso candidato, esperamos que em meados de agosto, já tenhamos uma decisão concreta”, ressaltou ele.

Mochi destacou que toda uma agenda foi montada para que pudesse ser finalizada em agosto, em Campo Grande. “No encontro regional da Capital, teremos o nome certo para começarmos a trabalhar”. O PMDB tem agenda marcada para dia 22 de junho em Amambai, dia 29 em Rio Brilhante e dia 5 de julho em Três Lagoas. “Também passaremos pelo vale do Ivinhema”, apontou.

Já o PT começa em Dourados, no dia 14 de junho, os seus encontros regionais com outro enfoque. “Temos que definir nosso plano de governo, e só ouvindo a base e a população do interior, poderemos montar este projeto”, salientou o deputado estadual Laerte Tetila. Segundo ele, como o partido já definiu o senador Delcídio do Amaral (PT), como candidato a sucessão estadual, está mais adiantado que os demais. “Temos uma meta já fixada, agora é só desenvolver o plano partidário”, ponderou o deputado Amarildo Cruz (PT).

Segundo semestre – O PSDB resolveu iniciar as visitas ao interior apenas no segundo semestre, porque na concepção dos tucanos, o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), já é um nome bem conhecido na região e não precisa de articulação prévia.

O deputado estadual Rinaldo Modesto (PSDB) ressaltou que eles vão seguir a mesma estratégia usada nas eleições municipais, quando no final de 2011, organizou na Capital, o “Pensando Campo Grande” e reuniu elementos para compor a campanha de Azambuja. “Deu certo antes e vai dar certo agora, nós tínhamos o plano de governo mais completo da eleição, e agora faremos o Pensando MS, com o mesmo objetivo”, ressaltou ele.

Partidos iniciam encontros regionais neste mês com foco em 2014
As direções regionais dos dois principais partidos do Estado começa a promover neste mês seminários por todo Estado, para avaliar a gestão do governo...
Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions