A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

16/02/2013 19:06

Ex-ministra Marina Silva lança embrião de um novo partido político

Iolando Lourenço, Agência Brasil

A ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva lançou hoje (16) o embrião de um novo partido voltado para a sustentabilidade total. Com o slogan Rede Pró-Partido, Marina acredita que, em três meses, será possível coletar as 500 mil assinaturas necessárias para dar entrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o pedido de registro definitivo da nova sigla, cujo nome deverá ser Rede Sustentabilidade.

“Somos uma rede, estamos fazendo esforço para a criação de um novo partido político. Nós somos uma comunidade de pensamento. Estamos no esforço de que isso se viabilize. Depois é que vem o processo de registro”, disse Marina Silva. “Estamos aqui construindo essa possibilidade. A rede já mostrou seu esforço, reunindo aqui mais de mil pessoas”, acrescentou a ex-senadora, terceira colocada na última eleição para a Presidência da República, em 2010.

De acordo com Marina, a base do programa do futuro partido será a sustentabilidade em todas as áreas: ambiental, política, econômica etc. Ela disse que, para fazer parte da nova agremiação, as pessoas podem ter posições diferentes em alguns temas, mas devem estar conectadas na rede voltada para a sustentabilidade. Sobre possíveis alianças com outras legendas para disputar eleições, a ex-ministra disse que o partido estará aberto para alianças que tiverem coerência programática.

Segundo ela, as pessoas que vierem a integrar o futuro partido deverão faze a opção por identidade programática. “Não estamos fazendo recrutamento de parlamentares para integrar a futura legenda. Estamos sendo procurados para conversar por várias pessoas e conversando, na medida do possível.” Marina informou, em entrevista coletiva no lançamento da nova célula partidária, que a legenda vem para quebrar o monopólio que existe entre o PT e o PSDB. Para ela, uma “rede” expressa muito “e o movimento da sustentabilidade é muito maior do que um partido”.

A coleta de assinaturas para criação da nova legenda será feita na rede da internet, por coleta presencial em todo o Brasil. Ela disse que está se esforçando para que, até outubro o partido esteja registrado e em condições de disputar as eleições do ano que vem. Perguntada sobre a possibilidade de se candidatar novamente à Presidência da República, Marina Silva respondeu que ainda não sabe.

Compareceram ao ato de lançamento do novo partido deputados federais, ex-senadores, prefeitos e vereadores, entre outras autoridades, além de um grande número de jovens de todo o país.



Os EUA convive há muito tempo com apenas 2 partidos, mais propriamente desde 1.853, (Democrata e Republicano). Com o nome Democrat alçou ao poder em 1.829. Todavia, em 1.801 alçou o poder com o nome Democrat-Republican, após os governos de George Washington e e John Adams que se elegeram pelo partido Federalista. Lá teve alguns presidentes que foram eleitos pelo extinto pártido "Whig". Mas a verdade é que desde 1.853, permanecem alternando o poder apenas os partidos Democrata e Republicano. E assim a nação mais poderosa do planeta vem dando verdadeira lição de democracia ao mundo. Aqui no Brasil, partidos políticos cairam no descrédito geral, onde a único ideal é a vantagem p/ seus apaniguados custe o que custar. Assim, acho que o partido da Marina, será mais um dos que existem p/ aí.
 
ademir gomes em 17/02/2013 09:31:45
Eu estou pronto para assinar uma lista para acabar com a maioria dos partidos e resumir em 3 partidos. O povo sabe que quem sustenta essas maracutaia somos nós com impostos. Que tristeza um trabalhador assinar para criar mais um partido. Eu acho uma sacanagem com dinheiro público. Se essa pessoa fosse honesta com o eleitor não estaria criando mais um partido.
 
luiz alves em 16/02/2013 21:38:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions