A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

13/06/2016 19:24

Ex-prefeito é condenado por desviar alimentos em troca de votos em eleição

Nyelder Rodrigues

O ex-prefeito de Ivinhema - cidade localizada a 282 km de Campo Grande -, José Antônio Pereira Cardoso, foi condenado pela Justiça Federal por crime de responsabilidade ao desviar de alimentos do Prodea (Programa de Distribuição de Alimentos do Governo Federal) como forma de angariar votos.

De acordo com a decisão da Primeira Turma do TRF (Tribunal Regional Federal) 3ª Região, cerca de 100 kg de arroz e 110 kg de feijão foram desviados e juntados a outros produtos adquiridos pela administração municipal junto ao comércio local para a confecção de cestas básicas, que seriam distribuídas, com material de propaganda eleitoral.

O alvo da distribuição eram pessoas necessitadas do bairro Triguenã. O ex-prefeito concorria à reeleição e foi auxiliado por outros três acusados, que organizaram a operação durante a campanha eleitoral em 2000.

Segundo o MPF (Ministério Público Federal), a popularidade do então prefeito era baixa naquele bairro e, após uma pesquisa, constatou-se que o local era habitado por pessoas extremamente pobres e que necessitavam de alimentos, levando então a prática do ato ilícito para conseguir angariar votos.

Reeleito, mas cassado - Cardoso conseguiu ser reeleito, mas a Justiça Eleitoral cassou o seu mandato. Já na Justiça Federal, o ex-prefeito foi condenado à pena de cinco anos de reclusão, em regime inicial semiaberto.

Outros dois acusados forma condenados a três anos, seis meses e 20 dias de reclusão em regime inicial aberto, e um quarto acusado, a três anos, um mês e 10 dias de reclusão em regime inicial aberto.

Todos os réus também foram condenados à perda de cargo e à inabilitação, pelo prazo de cinco anos, para o exercício de cargo ou função pública, eletivo ou de nomeação. Em primeira instância, eles conseguiram a substituição de pena com prestação de serviços, porém, o desembargador federal Wilson Zauhy anulou o ato.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions