A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

19/01/2015 09:37

Ex-secretários de André são nomeados no TCE com salários de até R$ 14,7 mil

Aline dos Santos
Marchi e Thiê ganham cargos comissionados no Tribunal de Contas (Foto: Alcides Neto/Arquivo)Marchi e Thiê ganham cargos comissionados no Tribunal de Contas (Foto: Alcides Neto/Arquivo)

Parte do primeiro escalão do governo de André Puccinelli (PMDB), que deixou o comando de Mato Grosso do Sul em dezembro de 2014, foi nomeada para cargos no TCE (Tribunal de Contas do Estado).

Ex-secretário de Governo e da Casa Civil, o advogado Carlos Roberto de Marchi será chefe de gabinete do conselheiro Osmar Domingues Jeronymo, também ex-secretário estadual e nome de confiança de Puccinelli. A remuneração para o cargo é de R$ 14.705,36.

Outra contemplada por Osmar Jeronymo foi Thie Higuchi Viegas dos Santos. A ex-secretária estadual de Administração será assessora do conselheiro. O salário é de R$ 9.847,34.

André Luiz Cance, que foi secretário adjunto da Sefaz (Secretaria Estadual de Fazenda), também terá cargo de assessor no gabinete de Osmar Jeronymo.

Já o ex-titular da Semac (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia), Carlos Alberto Negreiros Said Menezes, vai exercer cargo em comissão de chefe da Assessoria de Engenharia, Arquitetura e Meio Ambiente no Tribunal de Contas. Para ambos os cargos, a remuneração é de R$ 14.705,36.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions