A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

05/10/2014 22:18

Geraldo Alckmin consegue se reeleger com mais de 12,1 milhões de votos em SP

Eduardo Penedo

Com 100% dos votos apurados, Geraldo Alckmin (PSDB) conseguiu se reeleger neste domingo (5) ao governo do Estado de São Paulo. Com 57% dos votos validos que representa 12,1 milhões de votos, contra 21% de Skaf (PSD).

Alckimin vai ocupar pela quarta vez, podendo completar até 14 anos a frente do Estado. Com mais esta eleição tucana, o PSDB completará 24 anos seguidos governando o Palácio dos Bandeirantes. O tucano tem 57,43% dos votos válidos. Em segundo lugar, aparece o pemedebista Paulo Skaf com 21,57%. Em terceiro lugar aparece Alexandre Padilha (PT) com 18,04%.

A vitória de Alckmin no primeiro turno já era esperada desde a primeira pesquisa de intenção de voto divulgada em 2014. Ao longo da campanha, o tucano sempre apresentou uma intenção de voto na faixa dos 50%. Skaf, o maior concorrente no Estado, não chegou a passar dos 20%, enquanto Padilha esteve sempre abaixo de 10% das intenções.
Atualmente com 62 anos, Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho é natural de Pindamonhangaba, no interior de São Paulo. Ele nasceu em 7 de novembro de 1952, filho do médico veterinário Geraldo José Rodrigues Alckmin e de Myriam Penteado Rodrigues Alckmin. É casado com dona Lu Alckmin e tem três filhos, Sophia, Geraldo e Thomaz.

É formado em medicina pela Faculdade de Medicina de Taubaté e pós-graduado em anestesiologia no Hospital do Servidor Público de São Paulo. Integra o PSDB desde a fundação do partido, em 1988. Antes de ingressar no PSDB, foi integrante do MDB, entre 1972 e 1979, e do PMDB entre 1980 e 1988.

Aos 19 anos foi eleito vereador em Pindamonhangaba, pelo MDB, mandato que exerceu entre 1972 e 1976. Em 1976, tornou-se prefeito eleito pelo MDB, aos 24 anos e manteve-se no cargo até 1982, quando desincompatibilizou-se para disputar o cargo de deputado estadual.

Foi deputado estadual pelo PMDB entre 1983 de 1987, deputado federal constituinte entre 1987 e 1991 pelo PMDB e deputado federal entre 1991 e 1995, pelo PSDB. Em 1994, foi eleito vice de Mário Covas (PSDB).
Renunciou ao mandato de deputado federal para assumir o mandato de vice-governador do estado de São Paulo, em 1º de janeiro de 1995. Disputou a Prefeitura de São Paulo em 2000, e obteve 17,25% dos votos válidos no primeiro turno.

Alckmin foi vice-governador entre 1995 e 2001. Assumiu o governo paulista em 6 de março de 2001 após a morte do então governador Mário Covas. Foi reeleito em 2002.

Afastou-se do governo paulista em 31 de março de 2006 para disputar a Presidência da República e foi derrotado no segundo turno pelo candidato à reeleição, Luiz Inácio Lula da Silva.
Também disputou a Prefeitura de São Paulo em 2008, mas deixou a disputa ainda no primeiro turno, em terceiro lugar, com 22,48% dos votos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions