A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

05/01/2009 19:02

Grupo dos 9 não foi consultado sobre escolha de Pedra

Redação

A escolha do prefeito Nelsinho Trad (PMDB) em escalar o vereador Paulo Pedra (PDT) para liderá-lo na Câmara de Campo Grande não foi baseada em indicação dos vereadores pertencentes ao grupo dos 9, derrotado na eleição para a presidência da Casa.

Pelo menos é o que afirmam os vereadores Alcides Bernal (PP), Grazielle Machado (PR) e Marcelo Bluma (PV), integrantes do grupo que tinha o vereador Cristóvão Silveira (PSDB) como o possível candidato a ocupar a vaga de presidente da Câmara.

Em declaração feita hoje, o prefeito Nelsinho disse que a indicação de Paulo Pedra a líder do prefeito partiu do PDT, bem como do grupo de apoio a Silveira, derrotado pelo vereador Paulo Siufi (PMDB).

Assim como Silveira, o vereador Alcides Bernal não conversa com Nelsinho desde a eleição que garantiu à Siufi o comando da Câmara da Capital. "Não houve consulta nenhuma, não participei de reunião alguma. Foi uma decisão pessoal do prefeito, juntamente com Pedra", alegou o parlamentar, reclamando de que realmente o grupo dos 9 deveria ser consultado.

Já a vereadora Grazielle Machado afirmou ter sido informada da indicação somente às 15h30 de hoje. "Não fui consultada, mas acredito que é uma indicação pessoal do prefeito. Ele teve seus motivos para escolher Pedra, enquanto o Pedra teve seus motivos para aceitar".

O vereador Marcelo Bluma comunicou que não houve reunião para indicar o pedetista ao cargo. "Foi decisão pessoal do prefeito. Ele deve ter seguido uma prerrogativa pessoal".

O grupo dos 9 era formado por Silveira, Grazielle, Bernal, Bluma, Thais Helena (PT), Professora Rose (PSDB), Magali Picarelli (PMDB), Loester Nunes (PDT) e por Paulo Pedra.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions