A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

27/11/2012 18:44

Grupo inicia campanha para eleger Mochi presidente do PMDB em MS

Do outro lado, deputado Geraldo Resende pede cautela para que partido não cometa injustiças

Fabiano Arruda
Líder do Governo na Assembleia, deputado Junior Mochi será candidato à presidência na chapa que busca consenso para eleição do partido. (Foto: Divulgação)Líder do Governo na Assembleia, deputado Junior Mochi será candidato à presidência na chapa que busca consenso para eleição do partido. (Foto: Divulgação)

A “campanha” para conduzir o deputado estadual Junior Mochi como presidente do diretório regional do PMDB já teve início. Nesta terça-feira, lideranças partidárias começaram a coletar as assinaturas para formar uma chapa de consenso, em que Mochi encabeça o grupo.

Segundo o ex-deputado estadual Youssif Domingos (PMDB) o partido parte agora para a unificação da chapa para a disputa, que ocorre no mês que vem.

O acordo que definiu a iniciativa foi selado em reunião entre lideranças peemedebistas realizada ontem à tarde.
Conforme Youssiff, o que pesou na indicação de Mochi foi a convergência para que o próximo presidente seja alguém que tenha mandato. Além do deputado estadual, o senador Waldemir Moka (PMDB) também estava entre os cotados.

Domingos ainda destacou que o nome do atual líder do Governo na Assembleia Legislativa não recebeu objeção até agora e que ele ganha força por ter participado da formação de vários diretórios municipais do PMDB no interior.

“Há de se destacar o papel do Esacheu (Nascimento, atual presidente do partido), que teve papel importante no desenvolvimento do PMDB no Estado”, pontuou.

Cautela – A defesa pela troca do comando da sigla em Mato Grosso do Sul surgiu num atrito entre Esacheu e o prefeito Nelson Trad Filho.

Nascimento criticou a atuação de Nelsinho como coordenador da campanha de Edson Giroto à Prefeitura de Campo Grande. A afirmação não caiu bem e lideranças como o deputado federal Fábio Trad e o senador Moka pediram a troca de comando. Esacheu, por outro lado, até agora, não abre mão da reeleição.

O deputado federal Geraldo Resende pediu, por outro lado, nesta terça, que as lideranças partidárias tratem com cautela o processo e pregou que a situação seja tratada “internamente”.

“Temos que lavar a roupa suja numa reunião e fazer uma leitura das eleições deste ano e analisar o projeto do partido para 2014 e 2016”, sugeriu.

Resende ainda pede que não se “cometa injustiça com o atual presidente, que teve papel fundamental na organização do partido nos últimos anos”, assegurando, no entanto, que não está se posicionando sobre a manutenção ou troca de comando.

“Muitos que defendem a saída do Esacheu não participam da vida orgânica do partido. Não participaram de nenhuma reunião. No fundo isso vai mais por rixas pessoais do que o fortalecimento partidário”, criticou.



O que me entristece como cidadã é perceber que o tempo todo nossos políticos estão cuidando do próprio umbigo e descuidando das questões que a população está gritando, há muito tempo, por socorro.
Cadê a mesma preocupação com os presídios super lotados? Cadê a preocupação com a corrupção que assola o país e que retira da população o dinheiro para se investir nas questões sociais? Cadê os políticos que não percebem que predios são construidos em áreas proibidas e próximos aos nossos córregos, alguém está levando? Cadê nossos políticos que não perceberam, ainda, que Campo grande está ficando com um mau cheiro insuportável?, Como está sendo feito o esgoto da cidade? Por favor parem de discutir a eleição de 2014 , vocês estão aí para cuidar de todos, lembrem-se disso!
 
ANGELA MOREIRA em 28/11/2012 09:18:08
Gente honesta não tem vez neste meio. Este Esacheu está fazendo o que nós deveriamos ter coragem e não fazemos que é participar e atrapalhar certos espertinhos. Aqui em Coxim, como em toda a nossa região, que é tida como a região deste senhor, ele simplesmente perdeu a eleição em todas as cidades. Tem delas que perdeu por trair os companheiros. Agora quer o partido para promoção pessoal. Tá na cara o desespero.
 
Jarbas Andrada Neto em 28/11/2012 09:08:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions