A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

22/11/2012 18:21

Puccinelli diz preferir chapa única na eleição do PMDB estadual

Fabiano Arruda e Luciana Brazil
Governador voltou a negar que haja racha no PMDB. (Foto: Simão Nogueira)Governador voltou a negar que haja racha no PMDB. (Foto: Simão Nogueira)

O governador André Puccinelli (PMDB) defendeu que a eleição para o comando do diretório estadual do partido, que ocorre no mês que vem, tenha apenas uma chapa.

A declaração vem de encontro com um sinal de racha na legenda, que opôs o atual presidente, Esacheu Nascimento, e o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho. Como Esacheu já declarou que concorre à reeleição, a disputa poderia ter dois grupos neste ano.

A rusga começou no momento que Esacheu fez críticas a atuação de Nelsinho como coordenador da campanha de Edson Giroto (PMDB). A reação do outro lado foi imediata e lideranças como o senador Waldemir Moka e o deputado federal Fábio Trad pediram a troca de comando.

Puccinelli voltou rebater, nesta quinta-feira, que haja crise. “Fizemos um número de prefeitos que dá quase o dobro do segundo partido”, destacou, ressaltando que, nestas eleições, houve uma pulverização de forças políticas, ao defender que o PMDB não perdeu força política.

Perguntado, André negou que tenha se desentendido com Esacheu. “É meu amigo desde os idos de 1982”, justificou.

Além disso, assegurou que não vai se meter na composição do diretório. Ele garantiu não ter problema em votar no ex-deputado estadual Youssif Domingos ou no senador Waldemir Moka, cotados também para a presidência, desde que façam parte da chapa de consenso.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions