A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

05/09/2017 14:02

Hashioka diz que decisão sobre novos diretores do Detran-MS sai amanhã

Operação do Gaeco resultou na exoneração de três diretores e um chefe de setor do Detran-MS

Luana Rodrigues
Hashioka que está no cargo de diretor-presidente do Detran-MS desde o dia 1º de setembro. (Foto: Divulgação/ Arquivo)Hashioka que está no cargo de diretor-presidente do Detran-MS desde o dia 1º de setembro. (Foto: Divulgação/ Arquivo)

No cargo de diretor-presidente do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) desde o dia 1º deste mês, Roberto Hashioka ainda não escolheu sua nova equipe de diretores e também um chefe de setor. Ele afirma que a decisão deve sair até está quarta-feira (5).

Ao Campo Grande News, Hashioka disse que ainda não pode adiantar nem os candidatos ao cargo. Mas, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) já havia afirmado nesta segunda-feira (4) que os ocupantes dos cargos serão servidores técnicos, de carreira.

O governador afirmou ainda que o novo diretor-presidente do Detran-MS terá toda autonomia para montar a diretoria da instituição, assim como ocorreu na gestão anterior. Também adiantou que confia no ex-prefeito de Nova Andradina, porque ele sempre foi bom gestor.

"O Hashioka terá toda autonomia, ele vai olhar os quadros dos servidores de carreira do Detran, quem já tem experiência, para fazer suas escolhas, na (gestão) anterior havia pessoas de fora da instituição", disse o governador, durante agenda no TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), onde teve um bate-papo com novos juízes.

Os antigos diretores pediram demissão dos cargos na quinta-feira, dia 31, após a operação 'Antivírus', do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

Gerson Claro, Donizete Aparecido da Silva, Celso Oliveira, Érico Mendonça, Gerson Tomi e Luiz Alberto de Oliveira Azevedo, que exerciam, respectivamente, os cargos de diretor, diretor-adjunto, diretor administrativo, chefe de divisão, execução orçamentária, financeira e arrecadação, diretor de tecnologia e servidor, foram exonerados.

Operação – No último dia 29, equipes do Gaeco estavam espalhadas por Campo Grande para cumprir nove mandados de prisão preventiva e três de prisão temporária, além dos 29 de busca e apreensão.

O principal endereço alvo da força-tarefa foi a sede do Detran-MS, onde investigadores vasculharam três diretorias: a Presidência, a Diretoria de Administração e Finanças e a Diretoria de TI (Tecnologia da Informação).

Pelo menos oito empresas de Mato Grosso do Sul são investigadas por contratos suspeitos com o Poder Público. O Gaeco investiga crimes de corrupção ativa e passiva, fraude à licitação, peculato e organização criminosa. A ex-diretoria do Detran foi presa no dia, mas já está em liberdade.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions