A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017

12/02/2014 15:37

Indicada por ex-aliado isenta Bernal no caso de professora com câncer

Kleber Clajus
Titular da Funesp diz que tomou a decisão para não prejudicar projeto liderado por esposa de vereador (Foto: Divulgação/Funesp)Titular da Funesp diz que tomou a decisão para não prejudicar projeto liderado por esposa de vereador (Foto: Divulgação/Funesp)

A diretora-presidente da Funesp (Fundação Municipal de Esporte), Leila Machado (ex-PSDB), isentou o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), de culpa do remanejamento da professora Rosemary da Costa Rocha para a Semed (Secretaria Municipal de Educação). Apesar de enfrentar um câncer, ela foi remanejada pelo prefeito. O esposo da servidora e vereador João Rocha (PSDB) disse que há "mentira deslavada" no caso.

Ela disse que o caso foi “mal interpretado”. Rosemary, que é esposa do vereador João Rocha (PSDB), liderava projeto de ginástica artística por mais de 30 anos e passa por tratamento contra o câncer.

“Ela está de licença médica e foi pedida sua substituição, sendo obrigada à retornar a secretaria de origem, uma vez que é cedida para a Funesp. É um procedimento padrão e não tem nenhum tipo de cunho político. O caso foi mal interpretado. Bernal e o secretário (de Educação), José Chadid, não sabiam de nada”, diz Leila, que era aliada do vereador e chegou a se desfiliar do partido para evitar expulsão.

A diretora-presidente da Funesp acrescenta ainda que, mesmo não estando ligada diretamente ao projeto, Rosemary “vai continuar assistindo como presidente da federação (de ginástica)”. Ela ainda assegurou que as atividades continuam, mesmo com a saída da coordenadora.

Inadmissível – Por sua vez, João Rocha classifica como “inadmissível” a atitude da ex-aliada e cobra de Bernal que “seja justo” quanto ao caso.

“O que me deixa irritado é essa mentira deslavada. Minha esposa não está de licença médica e entregou um atestado hoje de manhã para aguardar resolver toda essa situação. Essas hipocrisias tem que acabar. Politizaram uma situação que não tem cabimento. Espero que o prefeito seja justo”, comenta o vereador. O trabalho, inclusive, estaria fazendo bem a Rosemary no processo de recuperação.

Rocha ainda demonstra mágoa com a ex-aliada de partido com quem conviveu por mais de 15 anos, inclusive prestou apoio durante processo ético enfrentado no PSDB, por não ter tido autorização do partido para integrar a gestão progressista.

“Leila está cumprindo missão. Se agarrou no cargo deixando ele ser mais forte que qualquer outra coisa. Para a gente ela diz que a decisão é do prefeito. Essa é a forma que estão agradecendo um ano de apoio”, analisa o parlamentar, ao lembrar que o fato que indigna mais não é da servidora ser sua esposa, mas sim ser algo recorrente com outros servidores. “Deixe os profissionais trabalharem”, recomenda Rocha.

Ainda tem o que entregar sobre Michel Temer em delação, diz Funaro
O corretor de valores Lúcio Bolonha Funaro, preso na Papuda, em Brasília, disse nesta quarta (16) que "ainda tem" o que entregar sobre o presidente M...
Sem consenso, Câmara adia votação da reforma política
Sem consenso e diante de muita polêmica, o plenário da Câmara dos Deputados adiou na noite desta quarta-feira (16) a votação do texto-base de parte d...



Primeiramente vamos explicar o fato: A funesp não faz concurso para professores de Educ. Física (que é uma burrice), nesse caso são professores contratados ou cedidos da secretaria da educação. Muitos professores ja tem projetos (esse que muitas gente não conhece mas deveria pois ajuda no caráter de nossas crianças) e a própria funesp da a sugestão para eles passarem em concurso para prof e depois pede sua cedência. O problema que esses mesmo prof ficam a merce dos secretários, que vejo nesse caso não avalia o trabalho das pessoas, gente 30 anos e sim uma dedicação, e para aquele que dizem que nunca ouviram falar sao pessoas alienadas que se vc perguntar mal conhece a cidade. A família rocha tem muitos projetos voltado para o esporte. E ainda completo minha opiniao com a do André Isnenghi
 
julia Cardoso em 14/02/2014 18:05:27
Caro Gustavo Lima, se ao menos entendesse um pouquinho que fosse de politica não iria falar tanta asneira.
Se prestasse um pouco de atenção iria ver que todos que estão no serviço publico da Família do VEREADOR JOÃO ROCHA são concursados a muito mais tempo que ele como vereador.
Se entendesse um pouco de esporte veria o que é ginástica Olímpica, e iria ver o quanto esse projeto ajudou as pessoas e as comunidades carente, Ginástica não é apenas ganhar, ganhar e ganhar, ginástica é incentivar a todos que não tem um futuro, a todos que desejam estar na ginástica.
Se entendesse um pouco de JUDÔ veria até onde os alunos da ACADEMIA ROCHA chegaram.
Então GUSTAVO LIMA, estuda um pouco, POLITICA E ESPORTE, pois a sua ignorância, e a sua falta te conhecimento só o levará para baixo.
 
André Isnenghi em 14/02/2014 09:51:07
Esse senhor reeleito prometeu mundos e fundos para os amigos e afilhados. Agora que ele recebe o mesmo que deu aos amigos e afilhados ele sentindo na própria pele. Doi né vereado? E 30 anos meu Deus que resultados se viu na Ginástica de CG??? Nunca ouvi falar. Se esta doente tem o direito de se afastar e o dever de se tratar... FATO. Vai cuidar dos interesses do POVO senhor vereador e deixa sua família que esta bem cuidada graças ao povo e lógico a DEUS.
 
Gustavo Lima em 13/02/2014 23:50:14
Quer conhecer alguém de verdade? Dê poder à ela....
 
Suze Morata em 13/02/2014 21:34:48
Uma vergonha ! Muito antes de ser político, João Rocha foi e é professor, ensinando valores, valores como poucos me ensinaram, uma pessoa admirada e muito respeitada, pelos seus feitos que falam por si só ! Não sei como uma pessoa que passou tanto tempo em um lugar que muitos adorariam estar, ao lado do professor, aprendendo com um Homem de carater, íntegro, um político de poíiticas verdadeiras. Como pode se levar pela vaidade de uma secretaria, deixando todos os princípios morais de lado.
Não quero deixar de acreditar nas pessoas, mas depois de um fato como esse, fica complicado mesmo. Espero que você, Leila, reflita sobre sua atitude, não acredito que não aprendeu nada com o professor João Rocha !
 
Amarildo Magalhães em 13/02/2014 21:19:16
A vdd é que o nobre Vereador tá chateado por que acabou a mamata para os seus familiares, ele possa de bonzinho mas ferra com muita gente até dentro do nobre esporte chamado judô.
 
Gustavo Lima em 13/02/2014 11:47:40
A FUNESP É MAIOR DO QUE ESSA PESSOA QUE ESTA A FRENTE COMO DIRETORA , um ser humano que eu ainda não tinha convivido ...acabei de chegar da escola dando aula e me sentindo muito bem GRAÇAS A DEUS ! CANÇADO ! MAS EM PAZ!! MAS EU QUERO AQUI AGRADECER A ESSA PESSOA , SINCERAMENTE!! APRENDI MUITO COM VC! SABE A MAIOR LIÇÃO QUE VC ME ENSINOU? NÃO, ACHO QUE NÃO SABE E NEM VAI APRENDER NUNCA! POR QUE VC TEVE UM MESTRE AO TEU LADO E NÃO APRENDEU!! A LIÇÃO QUE APRENDI RÁPIDO COM VC: É NUNCA MAS NUNCA NESSA VIDA : SER OU PENSAR EM SER IGUAL A VC!!! EU TENHO PENA DE GENTE IGUAL A VC!!! E EU NÃO ESTOU AQUI DEFENDENDO UM POLÍTICO NÃO!!!!O PROFESSOR JOÃO NÃO É SÓ UM POLÍTICO !! ELE É UMA DAS MAIORES REFERENCIAS DE CARATER QUE O JUDÔ BRASILEIRO TEM! RESPEITADO POR TODOS ,INCLUSIVE PELOS ADVERSÁRIOS! ISSO
 
Marco Aguilera em 13/02/2014 11:09:46
Esse é o problema de alguns servidores: se agarram ao cargo e mesmo depois de tantos anos não o querem largar. Se são 30 e poucos anos a frente do projeto, desapega, vai cuidar da saúde e deixa que outros tomem conta. Ninguém é insubstituível.
 
Margô Gonçalves em 13/02/2014 05:00:37
Pois e Willian e guaraci coincidência não e mesmo o vereador não aceitar ir para a base dele e acontecer isso com ele né a mulher do chocolate foi ela também , vcs esquecem fácil por isso o pais está nessa droga porque vcs votam nessas pessoas como o bernal que não tem sentimentos nenhum como fez com a dona dila vcs esqueceram também não e
 
Roni santos em 13/02/2014 00:03:00
Trabalhei feito louca para esse dito cujo vereador, na promessa de que eu continuaria na funesp, depois de eleito me deixou por mais de 3 meses sem salário e doente, tendo que procurar o SUS para cuídar do tumor que eu estava no colo do útero. ah e na época a esposa já estava com câncer e a Leila tbém já era afilhada do vereador acima citado e irritado..
 
Neide Rosa em 12/02/2014 21:55:29
É...manda quem pode, obedece quem tem juízo.
 
Andrea Burque em 12/02/2014 21:15:08
Este vereador deveria se envergonhar. É fácil por a culpa no prefeito que sem apoio nenhum esta tentando mudar toda essa situação de comodismo e generosidade que havia nos cargos públicos. Agora que a mamata acabou querem chorar e espernear.
 
valquiria santos em 12/02/2014 19:19:24
Puts. Pior que foi a Rose rocha que acolheu a Leila quando ela foi chutada do CREF a uns 12 anos atrás.
 
Weverton nogueira em 12/02/2014 19:11:10
Caraca véio... Não só por esse caso em comento na matéria, mas por tudo que tenho lido e visto sobre a administração municipal, tenho a concluir que deve ser um verdadeiro inferno trabalhar em qquer órgão da prefeitura. É cobra comendo cobra e o pau comendo solto. Falta tapete pra tanta gente puxar. E eu já precisei (e quem não ainda) de algum serviço da prefeitura (e não estou falando de posto de saúde) era algo bem menos sério, e o que eu vejo sempre que entre em alguma repartição municipal é um amontoado de mesas e de pessoas. Geralmente a quantidade de gente/funcionário/pessoas na sala é inversamente proporcional à agilidade pra resolver algum problema. A pergunta é: quando é que a prestação de serviço à população/povo vai ser profissionalizada?! É muita politicagem!!!
 
Arthur Garcia em 12/02/2014 19:02:02
Uma lástima tudo isso! Mas tem vários funcionários sendo perseguidos por motivos políticos sem dó nem piedade. Funcionários de carreira da prefeitura e os contratados indicados estão nadando de braçada, sem, no entanto, mostrarem muita competência. É afilhado de secretário, filha de secretário, e outros parentes que não tem e nunca tiveram nenhum vínculo com a PMCG. Mas tudo isso é bom para quem sabe pensarem melhor.
 
Daniel Nunes em 12/02/2014 18:55:00
É cobra comendo cobra. Essa secretária esta pensando longe, ela acredita mesmo nessa força toda do Bernal com a população. Autoritarismo é característica de quem chega ao poder, e só chegar lá que quer escravizar as pessoas subordinadas.
 
Lauro Albuquerque em 12/02/2014 18:11:15
Alguém pode me explicar: por que funcionários cedidos recebem da Secretaria de origem, e da Secretaria para qual foi cedido? Outro ponto controverso: quem esta de licença médica pode exercer atividade remunerada?
 
Maria Madalena Alves em 12/02/2014 17:46:42
Fiquei comovido, quando fiquei sabendo dessa noticia." Um vereador da capital defendendo um servidora com câncer,que nobre, que notável!!"...Mas putz, a servidora é esposa do Exmo. Vereador.....bom pelo menos os votos que ele recebeu da população serviu pra alguma coisa.E ontem estava eu e minha esposa na UPA Universitário, buscando atendimento, vendo todas aquelas pessoas com dor, machucadas, sofrendo de alguma enfermidade....e pensei, onde estão nossos representantes do legislativo, para dar um basta nas incompetências do Executivo, ver com os próprios olhos o sofrimento, a indignação da população desta cidade, a mesma população que os elegeu....fica aí dito, a propósito eu, eleitor lembro-me muito bem em quem votei p/ vereador, o \\\\\\\\senhor Airton Saraiva, que nunca mais eu vi.
 
Willian de Oliveira em 12/02/2014 16:46:08
Conheço o trabalho dessa Leila, essa mulher e uma das que com o apoio do Bernal persegue os funcionário publico, coitados daqueles que não seguem suas regras. Paga de boa moça e compreensiva mas com seus subordinados e um carrasca, não pensa duas vezes em castigar alguém que não importa o motivo não à agradou sera punido. E como o nosso prefeito tem desculpa para tudo. Essa criou raiz no cargo que adquiriu, virou escudo do prefeito, afinal sem partido nao quer de jeito nenhum perder o cargo né. Ela nao liga para o tempo que as pessoas dedicam a um projeto e arranca sem dó e coloca quem bem entende (principalmente pessoas incompetente), mas claro que seja ser chegado. Nao sabe avaliar um trabalho bem feito.
 
Julia Cardoso em 12/02/2014 16:40:02
Acho que o vereador em questão está ofendido demais para o caso, tudo esta sendo resolvido mas ele continua esperneando, o que acontece meu amigo? Tem mais coisa nesta historia?
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 12/02/2014 16:11:54
Eh vereador João Rocha, para defender a esposa é bom né, mas e a população vc defende assim?
 
Jorge Arantes Nascimento em 12/02/2014 16:05:53
Matéria esclarecedora.
Expôs o caráter de cada um dos envolvidos.
Parabéns ao jornalista.
 
Kelly Ventorim em 12/02/2014 16:03:40
Gente, será que depois de quinze anos trabalhando com o João Rocha, essa dona Leila tá conseguindo dormir de noite depois de ter orquestrado essa punhalada?
Será que ela acha que o Bernal vai se perpetuar no poder? Ou que o João Rocha vai lhe aceitar de volta em seu gabinete quando a casa cair?
Será que ela acha que o Vereador Alceu Bueno vai manter ela no cargo, quando abocanhar a FUNESP?
E essa tal de Raquel, que todo mundo comenta que manda dentro da Funesp, é o que dela?
Ah, e o tal deputado do PT que sai em todas as fotos com ela, o que tem a ver com tudo isso?
Pá... perdeu a chance de crescer!!!
 
Luciana Schimidt em 12/02/2014 15:52:17
Devemos ter cuidado ao afirmar coisas que não sabemos.

Ontem o prefeito foi crucificado por conta dessa "crueldade"... hoje já foi um "mal entendido"... se amanhã chegar a ser constatado que trata-se de um "procedimento padrão", como a diretora da Funesp falou, os primeiros que se manifestaram pela "pena de morte ao prefeito por tamanha crueldade" ficarão de bobos na história.
 
Guaraci Mendes em 12/02/2014 15:50:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions