A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

02/05/2012 15:14

Jerson atribui reclamação de deputados a mudança na lei eleitoral

Wendell Reis
Jerson entende que as reclamações mostram a insatisfação dos deputados por não conseguirem atender as bases eleitoraisJerson entende que as reclamações mostram a insatisfação dos deputados por não conseguirem atender as bases eleitorais

O deputado Jerson Domingos (PMDB) acredita que a insatisfação de alguns deputados com as dificuldades encontradas para sustentar o mandato são motivadas por mudanças na lei eleitoral. O deputado acredita que a insatisfação acontece por conta da decepção por não “desempenharem tudo o que queriam”.

Jerson entende que as reclamações mostram a insatisfação dos deputados por não conseguirem atender as bases eleitorais, principalmente neste ano, quando começam as campanhas para eleição de vereadores e prefeitos por todo o Estado. Jerson recorda que a política sempre foi motivada por credibilidade e condição financeira. Porém, hoje isso não é possível, por conta da legislação, que não permite, a exemplo, que os políticos gastem com combustível ou jantares durante a campanha.

O presidente da Assembleia Legislativa não concorda com o fato de não poder realizar um almoço ou um jantar por conta da campanha e, ao mesmo tempo, ser liberado o pagamento de cabos eleitorais, o que acredita ser a mesma coisa que a compra de um voto e “não de amigos”. Na avaliação de Jerson, faz-se uma inibição de um lado e libera-se de outro.

Jerson Domingos explica que hoje há uma pressão das bases eleitorais para conseguirem financiamento para campanha. Entretanto, entende que as mudanças podem acabar com a máxima de que um bom candidato pode não se eleger por falta de dinheiro.



Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...
Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions