A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

02/12/2009 10:39

Juiz nega quebra de sigilo de Artuzi e MPE recorre ao TJ

Redação

O juiz Carlos Alberto Rezende Gonçalves, da 4ª Vara Cível de Dourados, negou o pedido de quebra de sigilo bancário e fiscal do prefeito Ari Artuzi (PDT). O pedido tinha sido feito pelo MPE (Ministério Público Estadual) dentro de um procedimento investigatório em andamento na Promotoria de Justiça em Dourados.

A promotora Cristiane Amaral Cavalcante confirmou nesta quarta-feira ao Campo Grande News a decisão do juiz de negar a quebra de sigilo do prefeito, mas não revelou em qual investigação o pedido foi feito. Segundo ela, o caso ainda é mantido em sigilo para não atrapalhar as investigações. O MPE vai recorrer ao TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) por não concordar com os argumentos adotados pelo juiz para fundamentar a decisão.

Ari Artuzi é alvo de processo criminal no Tribunal de Justiça e de uma ação civil pública que tramita na 5ª Vara Cível de Dourados. As duas ações foram instauradas após as operações Owari e Brothers, desencadeadas em julho deste ano para investigar a ligação de integrantes da prefeitura e da Câmara com duas organizações

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions