A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

30/06/2014 20:05

Justiça manda retirar outdoors que apontavam vitória de Delcídio no 1º turno

Ludyney Moura
O TRE entendeu que houve propaganda eleitoral irregular em matéria de site sobre pesquisa eleitoral. (Foto: Divulgação)O TRE entendeu que houve propaganda eleitoral irregular em matéria de site sobre pesquisa eleitoral. (Foto: Divulgação)

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu no final da tarde de hoje mandar retirar os outdoors espalhados pela Capital, com notícia veiculada sobre o resultado de uma pesquisa eleitoral que aponta a possibilidade de vitória do candidato do PT ao Governo do Estado, senador Delcídio do Amaral, no primeiro turno das próximas eleições.

Para o Tribunal houve propaganda irregular do petista. A decisão é do juiz auxiliar, Emerson Cafure que apontou “quebra de equilíbrio na campanha política do presente pleito eleitoral”. Na decisão, o magistrado afirma que “dos elementos trazidos aos autos tenho por presentes os requisitos suficientes quanto à prova inequívoca e a verossimilhança das alegações a ponto de fazer cessar a própria publicidade”. O material publicitário é utilizado por um site de notícias da Capital, também citado na decisão do juiz. 

A denúncia foi feita ao TRE pelo Diretório Regional do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). O Tribunal definiu a retirada dos materiais publicitários até o final do dia, e solicitou que sejam informados os valores gastos com a publicidade, incluindo a quantidade de outdoors e dias da veiculação da propaganda 'ora impugnada'. A multa pelo descumprimento pode chegar a R$ 5 mil por dia, além de prisão pelo crime de desobediência.

Procurado pela reportagem, o senador Delcídio afirmou, por meio de sua assessoria, que apesar de não ter sido comunicado da decisão, não tem responsabilidade sobre a propaganda, feita à revelia do petista para divulgação de uma matéria jornalística, e que deve recorrer da sentença, caso seja mantida a condenação.

Juiz Sérgio Moro nega suspensão de segundo interrogatório de Lula
O juiz federal Sérgio Moro negou nesta sexta-feira, 18, o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para adiar seu interrogatório m...
Cármen Lúcia determina que tribunais divulguem salários de magistrados
A ministra Carmen Lúcia, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) e do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), assinou nesta sexta (18) uma portaria ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions