ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 14º

Política

Liderando, Delcídio vê 2014 ainda longe e se diz com “pés no chão”

Zemil Rocha | 02/04/2013 18:25
Delcídio se diz "feliz" em ter 37,8% contra 30,1% de Nelsinho (Foto: Arquivo)
Delcídio se diz "feliz" em ter 37,8% contra 30,1% de Nelsinho (Foto: Arquivo)

O senador Delcídio do Amaral (PT) ficou “muito feliz” com o resultado da pesquisa eleitoral na Capital, do Instituto Ícone, que o coloca com líder da corrida sucessória estadual, mas lembrou que ainda falta muito tempo para a eleição de 2014. “Eu tenho os pés no chão. Sei que a eleição acontecerá daqui a um ano e meio e até lá muita água vai rolar debaixo da ponte”, afirmou ele.

O levantamento feito entre os dias 22 e 26 de março, com universo de 800 eleitores ouvidos em Campo Grande, mostra o senador Delcídio do Amaral (PT) liderando para o governo do Estado com 37,8%, tendo em segundo lugar o ex-prefeito Nelsinho Trad (PMDB), com 30,1%, e o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), em terceiro, com 17,6%. Ainda na modalidade estimulada, com Simone Tebet (PMDB) no lugar de Nelsinho, num segundo cenário, Delcídio ficaria com 44,8%, Azambuja teria 24,1% e a vice-governadora, 14,6%.

“É claro que estes resultados me deixam muito feliz. Afinal de contas os números traduzem a intenção somente dos eleitores da capital, já que a pesquisa não se estendeu ao interior do estado, onde também tenho uma atuação forte. Acho que tudo isso é fruto do trabalho que desenvolvo desde que tomei posse no Senado, em 2003, pelo desenvolvimento e a melhoria da qualidade de vida em Mato Grosso do Sul”, afirmou Delcídio.

Ao todo, o senador do PT garante ter viabilizado R$ 1 bilhão e 724 milhões para ações nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, sendo R$ 131,5 milhões só para Campo Grande. Para ele, a lembrança de seu nome pelos eleitores da Capital deve-se a esse intenso trabalho. “Vou continuar trabalhando com muito afinco , humildade e dedicação aqui em Brasília e onde for preciso para construir um Mato Grosso do Sul mais humano, fraterno e com oportunidade para todos”, comentou.

 

Nos siga no Google Notícias