A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

28/07/2014 10:45

Lista põe dois parlamentares de MS entre os "cabeças" do Congresso

Kleber Clajus
Fábio Trad passou de parlamentar em ascensão para cabeça no Congresso Nacional (Foto: Divulgação)Fábio Trad passou de parlamentar em ascensão para "cabeça" no Congresso Nacional (Foto: Divulgação)

O deputado federal Fábio Trad (PMDB) e o senador Delcídio do Amaral (PT) integram lista dos 100 “Cabeças” ou operadores-chave no Congresso Nacional. Divulgado no domingo (27), pelo Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar), o estudo também considera o deputado Luiz Henrique Mandetta (DEM) e o senador Waldemir Moka (PMDB) como parlamentares em ascensão.

No ano passado, Fábio Trad integrava a lista de parlamentares em ascensão na pesquisa do Diap, junto com o democrata Luiz Henrique Mandetta que permanece no mesmo posto. Ele, que é vice-líder do PMDB na Câmara dos Deputados e candidato à reeleição, passou nesta última edição a integrar o seleto grupo de “cabeças” do Congresso, que em 2010 tinha Dagoberto Nogueira Filho (PT) como representante do Estado.

“Estar entre os mais atuantes e influentes no primeiro mandato é um reconhecimento que me entusiasma e estimula a prosseguir intensificando a atuação parlamentar, principalmente na formulação de leis que melhorem a vida das pessoas”, comenta Fábio Trad, via assessoria de imprensa.

Delcídio do Amaral, postulante como candidato ao governo, está presente na lista há quase dez anos. Antes, o falecido senador Ramez Tebet (PMDB) foi apontado como um dos mais influentes parlamentares no período de 2002 a 2004. Waldemir Moka, por sua vez, entrou na lista dos parlamentares em ascensão neste ano.

Esta é 21ª edição da lista, iniciada em 1994, que visa avaliar a real influência de parlamentares no processo decisório do país.

Diferentes perfis – O estudo também diferencia o perfil dos congressistas considerados “Cabeças” nas categorias: debatedores, articuladores ou organizadores, formuladores, negociadores e formadores de opinião.

Graduado em direito, Fábio Trad é classificado como deputado “formulador”, ou seja, pertencente a um grupo que possui especialização em um tema para propor projetos e que também tende a ser mais produtivo.

Em contrapartida, o senador petista tem ressaltada a habilidade de “articulador” por seu “trânsito nas diversas correntes políticas, cuja facilidade de interpretar o pensamento da maioria os credencia a ordenar e criar as condições para o consenso”.

Cabeças – São considerados “Cabeças”, de acordo com o Diap, parlamentares protagonistas no processo legislativo por sua capacidade de conduzir articulações e votações, “elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate, liderando sua repercussão e tomada de decisão”.

No período de 2012 e 2013, entre os 100 “Cabeças” estiveram 61 deputados e 39 senadores. Já neste ano, foram indicados 63 deputados e 37 senadores. A maioria dos parlamentares pertence ao PT (27) e PMDB (15), tendo os partidos aliados representatividade de 69% entre a elite do Congresso.

Em relação a edição anterior, doze parlamentares entraram para o seleto grupo dos mais influentes, sendo sete deles novos na lista. Os demais eram considerados em ascensão ou tinham recebido o título de “Cabeças” em anos anteriores.

O Diap representa 900 entidades sindicais de trabalhadores, congregando centrais, confederações, federações, sindicatos e associações de todo o país.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions