A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

02/05/2014 15:44

Maioria dos prefeitos tem ensino superior, mas 5 só cursaram o básico

Josemil Arruda

A maioria dos prefeitos de Mato Grosso do Sul tem ensino superior completo, segundo dados da Pesquisa de Informações Básica Municipais (Munic) 2013 divulgadas nesta semana pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas). No Estado, 44 dos 79 prefeitos, o que representa 55,69%, alcançaram esse grau de instrução, enquanto a média no País é mais baixa, 38,74%.

Cinco prefeitos do Estado têm apenas o ensino fundamental, que hoje vai até o 9º ano, 17 completaram o ensino médio e 11 fizeram pós-graduação, conforme a pesquisa. Um prefeito tem o ensino médio incompleto e outro o superior incompleto.

A Munic 2013 apresenta dados relativos à gestão e à estrutura dos municípios, a partir da coleta de informações sobre sete temas, contemplando questões relacionadas ao perfil dos gestores municipais, recursos humanos, legislação e instrumentos de planejamento, saúde, meio ambiente, política de gênero e gestão de risco e resposta a desastres.

Em sua 11ª edição, a pesquisa investigou todos os 5.570 municípios, o que inclui os cinco que foram instalados em 2013. A coleta foi realizada entre março e novembro de 2013, tendo como informantes as prefeituras e seus setores.

Poucas prefeitas - Na pesquisa, continua evidenciada a ainda baixa participação feminina nos cargos eletivos de comando. Dos 79 prefeitos de Mato Grosso do Sul, apenas nove são mulheres, o que representa 12,85% do total. Essa média é similar à nacional, de 12,11%.

 

 



Caro Maximiliano, data venia, mas estudo é fundamental sim. Não importa a área de atuação, pois, conhecimento, instrução e bom raciocínio são elementares para tudo neste mundo. Por fim, entendo que honestidade para o político é 'obrigatório' e nada tem a ver com grau de instrução. O brasileiro tem essa ideia errônea de que gente humilde e pouco instruída tende a ser mais honesta. Não é. Tá aí o exemplo do 'Molusco' quase analfabeto, porém, com caráter questionável.
 
Juvenal Coelho em 02/05/2014 23:10:10
Eu sei que a maioria do país considera o estudo uma das coisas mais importantes da vida, eu não vou contra esta idéia, mas tambem acho que estudo não deixa ninguem mais honesto, isso é uma coisa da natureza do ser humano, eu votaria em um candidato honesto e com pouco estudo e não votaria no desonesto e com PHD, existe uma inversão de valores hoje em dia, o doutor não é honesto porque é doutor, ele é honesto porque a índole dele é boa, se todos os políticos de Brasilia fossem honestos e com pouco estudo, creio eu, que o país estaria melhor do que está hoje, portanto na minha opinião, estudo é fundamental se a pessoa for me operar, fora isso, pode não ser tão vital.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 02/05/2014 17:06:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions