A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

06/05/2009 15:40

Mais dois sindicatos tentam ser recebidos por André

Redação

Representantes de mais dois sindicados apareceram há pouco na Governadoria pedindo para participar de reunião que acontece ainda nesta tarde, com o governador André Puccinelli (PMDB), para discutir o reajuste dos servidores públicos.

Estão no local membros do Sindsad (Sindicato dos Servidores Administrativos de Mato Grosso do Sul) e da secretaria dos funcionários administrativos da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul).

Depois da reunião com os deputados da base aliada, que acontece neste momento, o governador receberá em seu gabinete representantes da Feserp (Federação dos Servidores Públicos de Mato Grosso do Sul) e de 11 sindicatos, que representam 25 mil servidores estaduais.

Os representantes dos dois sindicatos que chegaram há pouco à Governadoria também devem participar do encontro. Participarão da reunião as presidentes do Sindsad, Lílian Fernandes, e da secretaria dos funcionários administrativos da Fetems, Idalina da Silva.

As duas categorias não se sentem representadas pelos sindicados que serão recebidos pelo governador, e por isso se deslocaram até a Governadoria na tentativa de participar do encontro.

O Sindsad representa 8 mil servidores. Já a secretaria dos funcionários administrativos da Fetems representa 7 mil, que pedem o cumprimento do acordo que fizeram com o governo e a promoção funcional de 4.500 a 5 mil servidores, o que resultaria em um aumento de 5 a 15% em seus salários.

A reunião é aguardada há dois meses pelos servidores, que pedem aumento de 42%, dos quais 30% são reposições das perdas salariais e 12% referentes às perdas com a inflação desde 2007.

Entretanto, o governador já sinalizou que concederá apenas 6% de reajuste linear e um diferencial para pessoas que trabalham em setores administrativos e têm salários menores.

Na pauta da reunião com os parlamentares, além do projeto de reajuste dos 45 mil servidores públicos estaduais está a liberação de emendas e o plano de ações para 2009. Os deputadores foram convocados ontem pelo líder do governo, Youssif Domingos (PMDB).

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions