A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

11/12/2012 07:13

Marcos Valério afirma que Lula recebeu dinheiro do mensalão, diz jornal

Esquema de corrupção teria pago despesas pessoais do ex-presidente

Aline dos Santos
Lula foi envolvido no escândalo do mensalão em novo depoimento de empresário. (Foto: Arquivo)Lula foi envolvido no escândalo do mensalão em novo depoimento de empresário. (Foto: Arquivo)

Condenado como operador do mensalão, o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza deu novo depoimento à Procuradoria-Geral da República e disse que o ex-presidente Lula sabia do esquema, considerado o maior escândalo político relacionado à corrupção no país. Pela primeira vez o nome de Lula foi vinculado, de forma explícita, ao caso.

Conforme o site do jornal O Estado de São Paulo, Marcos Valério denunciou, em setembro deste ano, que o mensalão ajudou a bancar "despesas pessoais" de Lula. Ele ainda afirmou que o ex-presidente deu "ok", em reunião dentro do Palácio do Planalto, para os empréstimos bancários que viriam a irrigar os pagamentos de deputados da base aliada.

No novo depoimento, o empresário partiu para o ataque. Conforme o jornal, ele deu detalhes de uma suposta ameaça de morte que teria recebido de Paulo Okamotto, ex-integrante do governo que hoje dirige o instituto do ex-presidente, além de ter relatado a montagem de uma suposta "blindagem" de petistas contra denúncias de corrupção em Santo André na gestão Celso Daniel. Por fim, acusou outros políticos de terem sido beneficiados pelo chamado valerioduto, entre eles o senador Humberto Costa (PT-PE).

Com o novo depoimento, ele quer obter proteção e redução de sua pena. Valério disse ter passado dinheiro para Lula arcar com "gastos pessoais" no início de 2003. Os recursos foram depositados, segundo o empresário, na conta da empresa de segurança Caso, de propriedade do ex-assessor da Presidência Freud Godoy.

O operador do mensalão afirmou ter havido dois repasses, mas só especificou um deles, de aproximadamente R$ 100 mil. Ao investigar o mensalão, a CPI dos Correios detectou, em 2005, um pagamento feito pela SMPB, agência de publicidade de Valério, à empresa de Freud. O depósito foi feito, segundo dados do sigilo quebrado pela comissão, em 21 e janeiro de 2003, no valor de R$ 98.500.

Marcos Valério tem pena fixada pelo STF em mais de 40 anos de prisão
O publicitário Marcos Valério, considerado o principal articulador do esquema conhecido como mensalão, pode cumprir pena de 40 anos, um mês e seis di...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


acho que a justiça naum deve prender essas pessoa deve confiscar todos os bens delas e das pessoas mais proxima durante dez anos e deixar elas solta para aprender a viver com os proprios braços e os dinheiro voltar para os caixa publico de verdade.
na verdade ele naum vai preso e ainda fica tirando mais dinheiro nosso para manter eles com todas as mordomia.ou esquece esse de cargo publico, graduaçao e vai pra cadeia de verdade.
 
jorge goncalves em 15/12/2012 16:45:48
O ser humano deixa-se levar pela ganância e pelo egoísmo. O sistema capitalista o incentiva a ser corrupto.
 
Anita Ramos em 11/12/2012 09:41:34
E agora sr ex-presidente Lula, o bicho vai pegar heim, nunca soube de nada qdo esteve no comando e agora?
 
saeko suzuki em 11/12/2012 09:15:44
tava na hora de aparecer o nome do chefão dos ladroes...demora mais aparaceu o sr lula...chefe de todos agora justiça vão pra cima pra prender o chefe....esperamos
 
antonio avelino em 11/12/2012 08:45:04
NOSSA! QUE NOVIDADE. SE ESSA JUSTUIÇA FOSSE SERIA O LULA TERIA SIDO JULGADO E CONDENADO TAMBEM.ESSE FOI O MAIOR TRAIRA DE TODOS OS TEMPOS
 
Roberto Nunues em 11/12/2012 08:15:48
Abaixo a ditadura da Mídia e do Supremo Tribunal Federal. Parabéns Sr. Ricardo Lewandowski por se contrapor a esse esquema.
 
Fernando Caetano em 11/12/2012 07:36:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions