A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2018

05/04/2018 12:42

Mesa diretora da Câmara antecipa votação e mantém mesma composição

Kleber Clajus
Sessão desta quinta-feira (Foto: Izaias Medeiros/Câmara Municipal)Sessão desta quinta-feira (Foto: Izaias Medeiros/Câmara Municipal)

Ainda que pudesse definir a nova composição da mesa diretora até dezembro, os vereadores de Campo Grande decidiram resolver a questão antes do período eleitoral envolver aqueles postulantes a cargos no Legislativo estadual ou federal.

Vinicius Siqueira (DEM) foi a única voz dissonante durante a decisão que, nesta quinta-feira (5), reconduziu à presidência João Rocha (PSDB). Ele cobrava a renovação na Casa de Leis e foi vencido no voto por 28 de seus pares.

“Tenho coerência. Votei não na primeira composição e voto não novamente”, declarou Siqueira. Tal posicionamento, no entanto, pouco surpreendeu os parlamentares que teceram somente elogios ao presidente reconduzido a função por dois anos.

Como não houve alterações a composição mantêm Derly dos Reis, o Cazuza (PP), como primeiro vice-presidente, o segundo Eduardo Romero (Rede) e o terceiro Ademir Santana (PDT). Já na primeira secretaria fica Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), na segunda Gilmar da Cruz (PRB) e Epaminondas Vicente, o Papy (SD), com a terceira.

Em seu posicionamento, Rocha destacou haver harmonia com o Executivo e que irá zelar pela paz entre os poderes constituídos para que “essa morena maravilhosa continue sorrindo”.

Para o líder da maior bancada no Legislativo, Wellington Oliveira (PSDB), há credibilidade e competência na gestão do companheiro de partido. “Está funcionando vai mudar para quê? Mudar por mudar não é solução inteligente”, destacou o vereador.

Valdir Gomes (PP), que lidera a segunda maior bancada, reforçou ainda ser preciso que a liderança permaneça afastada a “corrupção e não manche nosso nome junto. Vamos dar segundo voto de confiança ao presidente”.

Antecipada - Eduardo Romero esclareceu que, na prática, não houve antecipação na votação de hoje, uma vez que o regimento interno prevê apenas o ano em que o processo deve ocorrer e não um mês específico.

Na avaliação de Carlão, contudo, a medida garantiu que o “estresse da eleição” ficasse de fora da equação e assegurasse a continuidade da harmonia estabelecida junto ao prefeito Marquinhos Trad (PSD).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions