ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 21º

Política

Militantes cancelam ida a São Paulo para comemorar liberdade de Lula

Apoiadores não chegariam a tempo de reunião do ex-presidente com lideranças

Por Adriano Fernandes | 09/11/2019 08:38
Lula durante discurso após a saída da prisão. (Foto: Reuters/Rodolfo Buhrer/ReproduçãoAgênciarasil)
Lula durante discurso após a saída da prisão. (Foto: Reuters/Rodolfo Buhrer/ReproduçãoAgênciarasil)

Militantes do PT (Partido dos Trabalhadores) cancelaram a caravana que sairia da Capital, neste sábado (09) com destino a São Bernardo do Campo, em São Paulo para comemorar a liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Na noite de ontem (08) logo após a soltura de Lula os integrantes dos movimentos Frente Brasil Popular, MST (Movimento Sem Terra), UNE (União Nacional dos Estudantes) entre outros grupos de apoio ao partido, se reuniram na sede do diretório, na Rua das Garças.

Durante o encontro eles decidiram adiar a viagem, pois não chegariam a tempo de reunião do ex-presidente com lideranças, logo no inicio desta manhã em São Bernardo. “A viagem deve ser remarcada para uma nova data que ainda não foi definida”, comentou o presidente do diretório municipal do PT, Agamenon do Prado.

Cerca de 300 pessoas estiveram presentes na sede do partido para comemorar a liberdade de Lula ontem a noite. A sexta-feira (08) também foi marcada pelo encerramento do 11º Congresso Estadual da CUT/MS, realizado na sede da Fetems, quando foi eleita a nova direção da entidade.

Livre 

Depois de 580 dias preso, na Superintendência da Polícia Federal de Curitiba (PR), Lula foi liberado na tarde ontem (08). Na saída, o ex-presidente discursou em meio a uma multidão de apoiadores. A soltura é reflexo de decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), que, por 6 a 5, concluiu na quinta-feira à noite (7) julgamento de ações que questionavam a execução de pena de condenados em segunda instância, situação de Lula.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário