A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

03/02/2015 17:54

Mochi diz que Assembleia será parceiro no combate à violência doméstica

Presidente participou da inauguração da Casa da Mulher Brasileira

Juliene Katayama
Mochi prestigiou a presidente Dilma Rousseff (Foto: Marcos Ermínio)Mochi prestigiou a presidente Dilma Rousseff (Foto: Marcos Ermínio)

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, deputado estadual Junior Mochi (PMDB), reafirmou o compromisso de colocar a Casa de Leis à disposição para reduzir a violência doméstica que colocou o Estado em quinto lugar do País.

"As ações de que vamos participar, junto com o Governo, são justamente aquelas que permitem a previsão no Orçamento do Estado de recursos necessários para projetos como o da Casa da Mulher Brasileira, de atendimento e proteção às mulheres vitimizadas”, afirmou Mochi.

O peemedebista participou da inauguração da Casa da Mulher Brasileira na manhã desta terça-feira (3) com a presença da presidente Dilma Rousseff (PT). “Vamos trabalhar para diminuir os índices alarmantes de violência, realidade que nos entristece. Estaremos juntos nesta parceria", completou o presidente.

A presidente Dilma Rousseff (PT) ressaltou a importância da ação conjunta do governo federal, estadual e município, além das três esferas do Poder para reduzir os índices alarmantes que Mato Grosso do Sul apresenta.

"Não serão só os governos e os poderes. Toda a sociedade deve se engajar nesta luta contra a violência", disse a presidente. Dilma ainda homenageou a farmacêutica Maria da Penha, que inspirou a lei 11.340/2006, conhecida como 'Lei Maria da Penha', que aumentou o rigor das punições das agressões contra mulheres.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) também enfatizou a necessidade de cooperação para combater a realidade que coloca o Mato Grosso do Sul como um dos líderes em índice de estupros, além dos números de agressões. "Com parcerias, poderemos prestar um melhor atendimento às mulheres vítimas de violência", ponderou.

A inauguração da Casa da Mulher Brasileira contou com a presença da ministra Eleonora Menicucci, da Secretaria de Política para as Mulheres; do prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP); da ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, do Supremo Tribunal Federal; demais ministras do governo federal; autoridades do Judiciário e Ministério Público, além de prefeitos e parlamentares.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions