A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

31/08/2010 17:02

Moka defende aumento maior para o mínimo no Orçamento

Redação

Após participar do ato em que o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, entregou hoje ao Congresso Nacional o projeto do orçamento da União de 2011, o deputado federal Waldemir Moka (PMDB/MS), presidente da Comissão Mista de Orçamento, disse vai negociar um aumento maior no valor do salário mínimo para o ano que vem.

O projeto prevê que o mínimo passe dos atuais R$ 510,00 para R$ 538,15, um aumento de 5%.

"Há um desejo entre senadores e deputados da comissão de que o Governo aceite negociar um valor maior. Vamos trabalhar para que isso possa ocorrer, buscando sempre consenso entre as propostas", disse Moka.

Pelas regras atuais, o reajuste do salário mínimo é feito com base no PIB dos dois últimos anos, mais a inflação acumulada do período.

Moka garante que o próximo presidente terá um orçamento justo e exequível.

"Meu desejo é construir junto com o relator-geral, senador Gim Argello (PTB-DF), um orçamento que contemple todas as áreas. A ideia é destinar volume considerável de verba para projetos e programas sociais", adianta.

O deputado também destacou os investimentos em infraestrutura do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). A previsão é que sejam aplicados R$ 43,519 bilhões.

Moka afirmou p objetivo é aprovar o Orçamento para 2011 dentro do prazo regimental, que termina em 22 de dezembro, e garantir volume maior de recursos para Mato Grosso do Sul.

"A ideia é construir um orçamento viável e adequado para o próximo presidente. E, ao mesmo tempo, vou trabalhar para que Mato Grosso do Sul seja contemplado com várias obras e projetos", destacou.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions