A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

17/08/2017 12:31

Mudança de nome é para resgatar bandeiras, dizem lideranças do PMDB

Direção nacional estuda mudar o nome para MDB, como surgiu a legenda antigamente

Leonardo Rocha
Deputados do PMDB, Renato Câmara, Paulo Siufi e Eduardo Rocha, durante sessão (Foto: Victor Chileno/ALMS)Deputados do PMDB, Renato Câmara, Paulo Siufi e Eduardo Rocha, durante sessão (Foto: Victor Chileno/ALMS)

As lideranças do PMDB em Mato Grosso do Sul disseram que a possível mudança do nome do partido para MDB, será um "resgate a história e origem" da legenda, que segundo eles, surgiu como um contraponto a ditadura militar, vigente no Brasil. A proposta está sendo estudada pela direção nacional.

"Será um resgate as raízes históricas do partido, que começou em defesa de democracia e do desemvolvimento do País, onde passaram políticos importantes como Ulisses Guimarães, Fernando Henrique Cardoso, Tancredo Neves e outras personalidades", disse o vice-presidente estadual do PMDB, o deputado Eduardo Rocha (PMDB).

Renato Câmara (PMDB) também citou a luta por um movimento democrático, onde a legenda teve participação direta na busca por direitos dos cidadãos. "O MDB representava justamente a oposição a ditadura (militar), será um resgaste as nossas bandeiras, um caminho interessante".

A deputada Antonieta Amorim (PMDB) lembrou que muitos partidos estão mudando de nome, justamente para fixar suas bandeiras e ideologias, que podem ter se perdido ao longo do tempo. "Resgate a história do partido mais forte do País, para que as lideranças pratiquem as verdadeiras bandeiras da legenda".

Já Paulo Siufi (PMDB) acredita até em um aumento de filiados, principalmente após a reforma política que deve ser aprovada. "Poderemos ter vários políticos fortes na legenda, principalmente aqui em Mato Grosso do Sul. o MDB já era nosso nome antigo, acredito que é apenas uma forma de reforçar nossa história de luta pela democracia".

Questionado se a mudança de nome, seria uma forma de desvincular a legenda de denúncias dos últimos tempos, Eduardo Rocha alegou que nestes casos quem fica "manchado" são os denunciados. "A legenda é sempre soberana, quem errou que pague por seus erros, mas o PMDB vai continuar forte e defendendo suas bandeiras".




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions