A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

17/01/2014 21:44

Nanicos podem se unir e formar “frente de esquerda” para eleições de 2014

Vinícius Squinelo

Uma possível união de partidos nanicos está sendo viabilizada, visando as eleições de 2014. Chamada de “frente de esquerda”, PSTU, Psol e PCB podem se unir e caminhar juntos neste ano em Mato Grosso do Sul.

A iniciativa teve início com a direção estadual do PSTU , que propôs ao PSOL e PCB a constituição da frente no Estado, como alternativa às candidaturas do PMDB e PT ao Governo.

Para o PSTU, o senador candidato do PT não pode ser considerado “de esquerda”, dada a sua origem política no PSDB e posicionamentos políticos que tem adotado, como comparecer aos eventos que os tucanos têm realizado no estado.

Mesmo que o candidato do PT fosse outro, Zeca por exemplo, a direção do PSTU considera impossível qualquer acordo político com o Partido dos Trabalhadores.

“Trata-se de uma questão nacional, somos oposição ao governo do PT, ao governo de Dilma e seus aliados, que sob uma máscara “de esquerda” é uma continuidade do governo do PSDB. E a prova disso é a aproximação em MS com Reinaldo Azambuja, que é do PSDB”, afirma Cléia Montezano, presidente do diretório estadual do PSTU.

A possível união estuda inclusive uma candidatura ao governo do Estado, como forma de contrapor o PT e PMDB.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions