A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

31/12/2008 07:54

Nelsinho anunciará novo secretariado às 15 horas

Redação

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, irá detalhar a reforma administrativa e anunciar o nome dos seus novos secretários em entrevista coletiva hoje, às 15 horas, na Prefeitura.

A reforma administrativa será votada na noite de amanhã, após a posse dos vereadores e a eleição da Mesa Diretora da Câmara.

São esperadas duas mudanças. Uma delas é a fusão da Satur (Secretaria Municipal de Fomento ao Agronegócio, Indústria, Comércio, Turismo, Ciência e Tecnologia) com a Agência de Desenvolvimento. A pasta ficará a cargo do vice-prefeito eleito Edil Albuquerque (PMDB). A outra mudança é um mistério.

A maior parte dos secretários deve ser reconduzida aos respectivos cargos. Este é o caso do secretário de saúde, Luiz Henrique Mandetta, que é primo do prefeito. O mesmo deve acontecer com o diretor-presidente da Agência Municipal de Habitação, Rodrigo de Paula Aquino, e com João Antônio De Marco (Serviços e Obras Públicas),

Outras alterações dadas como certas são a ida do vereador não-reeleito Athayde Nery (PPS) para a pasta de Cultura e o retorno de Jorge Martins (PDT) à Secretaria de Administração.

Hoje, o secretariado é composto da seguinte forma: Edson Yasuo Makimori (Governo), Aurenice Rodrigues Pinheiro Pilatti (Administração), José César de Oliveira Estoduto (Receita) e Eva de Souza Salmazo (Planejamento e Controladoria-Geral).

Além deles, as secretarias contam com lza Mateus de Souza (Assistência Social), Paulo Sérgio Nahas (Controle Urbanístico), Maria Cecilia Amendola da Motta (Educação), João Carlos da Costa Sobrinho (Fomento ao Agronegócio, Indústria, Comércio, Turismo, Ciência e Tecnologia), Frederico Luiz de Freitas Junior (Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável) e João Antônio De Marco (Serviços e Obras Públicas)

O secretariado, incluindo autarquias e fundações, não acaba por aí. Conta ainda com Luiz Henrique Mandetta (Saúde), Ernesto Borges Neto (Procurador-Geral), Rodrigo de Paula Aquino (diretor-presidente da Agência Municipal de Habitação), Berenice Maria Jacob (Instituto Municipal de Planejamento Urbano), Paulo Salvatore Ponzini (Agência de Desenvolvimento Econômico).

E finalmente, o Executivo tem ainda Carlos Alfredo Lanteri (Transporte e Trânsito), Ariel Serra (Regulação dos Serviços Públicos Delegados), Solimar Alves de Almeida (Cultura), Carlos Alberto de Assis (Esporte), Cezar Luiz Galhardo (Previdência), Luiza Ribeiro Gonçalves (Fundação Social do Trabalho), Nelson Tobaru (Recursos Humanos), Cesar Augusto Stepham (Tecnologia da Informação) e Maria Antonieta Amorim Trad (Fundo de Apoio à Comunidade).

Nelsinho Trad já exonerou (a decisão tem validade a partir de amanhã) todos os secretários, o procurador jurídico, os titulares das autarquias e fundações, ocupantes de cargos comissionados e de atividades de assistência e assessoramento superior.

Ele também revogou todos os atos que designaram servidores para funções de chefia, gerenciamento e de responsabilidade por atividades específicas nos órgãos e entidades da Prefeitura.

Embora não exista nenhuma obrigação legal de exonerar todos secretários após o término do mandato, o chefe do Executivo tomou a decisão mesmo sabendo que muitos retornarão ao cargo, aumentando o clima de mistério.

Outros compromissos

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions