A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

05/08/2015 09:39

Olarte volta a citar “herança maldita” e garante que crise acaba em outubro

Edivaldo Bitencourt e Antonio Marques
Prefeito da Capital fala que crise deve passar (Foto: Marcos Ermínio)Prefeito da Capital fala que crise deve passar (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), voltou a afirmar, na manhã desta quarta-feira (5), que a crise financeira é resultado da “herança maldita”. Na Funesp (Fundação Municipal de Esportes), ele previu que as dificuldades acabam até outubro deste ano.

Neste mês, pela primeira vez após 18 anos, a Prefeitura de Campo Grande vai pagar de forma escalonada os salários dos 25,4 mil funcionários públicos municipais. Olarte sinalizou que o recurso não deve ser adotado em setembro. “Este mês nós vamos ter dificuldades, mas a partir de setembro ou outubro, a situação volta à normalidade”, garantiu.

O prefeito frisou que tinha “palavras de esperança”. Apesar das dificuldades, ele confirmou o lançamento do pacote alusivo ao aniversário de 116 anos de Campo Grande, que será lançado na sexta-feira no Clube Estoril. Serão R$ 177 milhões em obras, sendo R$ 40 milhões em inaugurações e o restante em novas obras.

Olarte voltou a se queixar da situação herdada, mas não citou o nome do antecessor, Alcides Bernal (PP). O progressista disse que pegou a prefeitura em situação difícil, com déficit de R$ 300 milhões nas contas. Além disso, apontou que houve redução de R$ 100 milhões, de janeiro até o momento, no repasse do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

“Mais a casa do caboclo que deixaram”, frisou, utilizando ditado popular para falar das medidas que teriam elevado os gastos do município em R$ 600 milhões.

“A crise é a oportunidade de demonstrar nosso valor”, garantiu, sobre o momento que enfrenta no município, após um ano e cinco meses de administração.

Prefeitura confirma escalonamento e deposita dia 5 salário de 80% do efetivo
A Prefeitura de Campo Grande mantém o escalonamento de salários e confirma que irá depositar na quarta-feira (5) os vencimentos de 20 mil servidores ...
Tribunal marca julgamento da apelação de Lula para janeiro de 2018
O Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, marcou para 24 de janeiro de 2018 o julgamento da apelação do ex-presidente ...


Agora ele não tem culpa de nada !!! Coitado pobre Servo...
Acabar a crise ??? Sr. prefeitinho só se for para seus comissionados
 
Clebe PL em 05/08/2015 11:08:55
Já está no poder a mais tempo que seu antecessor e ainda com essa conversinha? 1 ano e meio prefeito e só agora vai começar a ajeitar as coisas? E esses comissionados que nunca demite? E pra quê entrar na justiça pra não divulgar o quanto sangra as finanças da capital com sua folha de pagamento que só Deus sabe por quem é composta???
 
Guaraci Mendes em 05/08/2015 09:52:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions