A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

19/05/2009 10:41

Para deputado, chance de aliança entre PT e PMDB é de 1%

Redação

O deputado estadual Pedro Kemp (PT) afirmou, hoje, na Assembleia Legislativa, que a possibilidade de acordo entre o PT e o PMDB alcança mísero 1%. "Acho difícil explicar essa aliança. Desde 1985, quando me filiei ao partido, PT e PMDB são adversários", justifica o deputado.

Os dois partidos integram a base do presidente Lula, mas os petistas do Estado se mostram relutantes em aceitar uma aliança e já aprovaram a candidatura própria ao governo. O projeto eleitoral será encabeçado pelo ex-governador Zeca do PT.

Entretanto, o governador André Puccinelli (PMDB) já propôs "casamento" à ministra Dilma Roussef, virtual candidata do PT ao governo, e, ainda se valendo de termos figurados, afirmou que já foi ao "motel político" com os parlamentares petistas.

Uma das alternativas para a aliança seria o PMDB ceder as duas vagas para disputa no Senado ao PT, acomodando o senador Delcídio Amaral e Zeca. O cenário é visto com descrédito pelo deputado. "Acho difícil", enfatiza.

Hoje, o presidente regional do PMDB, deputado federal Waldemir Moka, afirmou que o partido vai lançar somente um nome para senador, deixando a segunda vaga para que Puccinelli utilize nas alianças para 2010.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions