ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  20    CAMPO GRANDE 21º

Política

Partidos abandonam tradição e preferem registrar candidatos pela internet

Dos 15 candidatos a prefeito na Capital, cinco já fizeram o registro pelo modelo digital

Por Leonardo Rocha | 21/09/2020 09:15
Fórum Eleitoral de Campo Grande, que fica no Parque dos Poderes (Foto: Arquivo)
Fórum Eleitoral de Campo Grande, que fica no Parque dos Poderes (Foto: Arquivo)

Os partidos deixaram a tradição de lado e estão fazendo os registros dos candidatos a vereador e prefeito direto pela internet, em Campo Grande. Antes cada legenda levava uma comitiva ao Fórum Eleitoral, onde entregavam os documentos na zona eleitoral.

O registro da candidatura era um “evento eleitoral, uma prévia antes da campanha, com os candidatos concedendo entrevistas, fazendo fotos e já apresentando à imprensa suas principais propostas. Até candidato a vice era anunciado nestas ocasiões.

Com a criação de um sistema específico para registro (candidaturas), onde os partidos podem enviar os documentos e oficializar as candidaturas pela internet, as legendas optaram pelo “modelo digital”, que hoje ainda é o mais adequado, pois evita a aglomeração durante a pandemia do coronavírus.

Primeiros – Já foram registrados 181 candidatos a vereador na Capital. Dos 15 escolhidos nas convenções para disputa à prefeito, cinco já registraram suas candidaturas pela internet: Guto Scarpanti (Novo), Dagoberto Nogueira (PDT), Marcelo Bluma (PV), Esacheu Nascimento (PP) e o mais recente, Pedro Kemp (PT).

Ainda faltam mandar os documentos: Marquinhos Trad (PSD), Márcio Fernandes (MDB), João Henrique Catan (PL), Sérgio Harfouche (Avante), Sidnéia Tobias (Podemos), Paulo Matos (PSC), Thiago Assaf (PCO), Marcelo Miglioli (SD), Cris Duarte (PSOL) e Loester Carlos (PSL), que está sendo contestado na Justiça Eleitoral, por integrantes do PSL.

Reinaldo Azambuja (PSDB) entregando o registro da sua candidatura em 2014 (Foto: PSDB - Divulgação)
Reinaldo Azambuja (PSDB) entregando o registro da sua candidatura em 2014 (Foto: PSDB - Divulgação)

Mudanças - O presidente municipal do MDB, Ulisses Rocha, explicou que com toda modernidade da internet e sistema próprio para registro (candidatos), não se precisa mais levar toda documentação até a zona eleitoral. “Como ficou tudo on line, não existe necessidade de ir até o local, os tempos mudaram”.

Mesma posição de Agamenon do Prado, presidente municipal do PT. “Antes tinha todo aquele acontecimento, da entrega e registro, agora será tudo pela internet, até para não gerar aglomeração”, descreveu.

Marcelo Miglioli (SD), candidato a prefeito, também revelou que vai mandar os registros pela internet. “Não precisa mais ir até o TRE-MS, vamos seguir a modernidade e mandar on line, para depois começarmos a campanha nas ruas”. Os partidos têm até o dia 26 de setembro para registrar os candidatos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário