A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

30/11/2017 13:55

PEC de Simone cria quarentena para ministro que retomar mandato no Congresso

Senadora de MS quer que ministros se licenciaram dos mandatos e voltaram à Câmara ou ao Senado apenas para votar propostas polêmicas permaneçam pelo menos 120 dias no Legislativo

Humberto Marques
Simone quer acabar com prática de ministros retomarem mandatos no Congresso por apenas um dia, a fim de participarem de votações. (Foto: Divulgação/Agência Senado)Simone quer acabar com prática de ministros retomarem mandatos no Congresso por apenas um dia, a fim de participarem de votações. (Foto: Divulgação/Agência Senado)

A senadora Simone Tebet (PMDB-MS) apresentou uma proposta de Emenda à Constituição que estabelece uma “quarentena” aos ministros de Estado que sejam parlamentares licenciados e decidam assumir os mandatos apenas para participar de votações polêmicas. A ideia é forçar tais políticos a permanecerem no parlamento por, pelo menos, 120 dias.

O expediente citado por Simone é constantemente usado no próprio Congresso, onde parlamentares que são nomeados para cargos na Esplanada dos Ministérios decidem retornar aos mandatos por apenas um dia, apenas para garantir que projetos que considerem de interesse sejam aprovados. Isso ocorre porque, nem sempre, os seus suplentes apoiam tais propostas.

A Constituição Federal, no artigo 56, parágrafo I, admite que o senador ou deputado federal assuma o cargo de ministro de Estado (cargo de confiança política do Presidente da República) sem que isso acarrete a perda do mandato.

“Hoje é muito comum ver o presidente exonerar um ministro apenas para que ele participe de uma votação polêmica no Congresso. No dia seguinte, ele volta ao Ministério. Isso é uma deformação do sistema”, anotou a senadora na justificativa da PEC, para quem o regime presidencialista exige disciplina mais rígida quanto a separação dos poderes.

Conforme a assessoria de Simone, 52 dos 81 senadores apoiaram a proposta.

Por 44 votos a 26, Senado devolve o mandato ao tucano Aécio Neves
O plenário do Senado decidiu reverter a decisão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) e, com isso, pôs fim ao afastamento parlamentar d...
Ministros devem reassumir mandatos na Câmara para votar contra denúncia
Doze ministros do governo que são deputados licenciados devem reassumir os mandatos na Câmara para ajudar a barrar, no plenário, a denúncia por corru...
“Tem todas as qualidades para um bom mandato”, diz Reinaldo ao lançar Rose
O PSDB oficializou na quinta-feira (28)8) a candidatura da vice-governadora, Rose Modesto, à Prefeitura de Campo Grande. O governador, Reinaldo Azamb...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions