A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

05/11/2011 22:28

Plano Safra da Agricultura Familiar garante R$ 180 milhões para o Estado

Wendell Reis
Governador garantiu que nenhum assentamento ficará sem trator no Estado(Foto:Divulgãção/Edemir Rodrigues)Governador garantiu que nenhum assentamento ficará sem trator no Estado(Foto:Divulgãção/Edemir Rodrigues)

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence, acompanhado do governador André Puccinelli (PMDB), lançou o Plano Safra da Agricultura Familiar 2011/2012 neste sábado (5) em Itaquiraí. O Plano destinará R$ 180 milhões para ações do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Dos R$ 180 milhões, R$ 70 milhões são destinados para operações de investimentos e R$ 110 milhões para operações de custeio. Segundo o ministro, os recursos já estão disponíveis nas instituições financeiras desde o mês de julho. Nesta safra as linhas de investimentos terão juros de 1% ao ano para financiamentos de até R$ 10 mil e de 2% ao ano nas linhas de R$ 10 mil a R$ 130, com prazo de pagamento de até 10 anos e até três anos de carência.

Durante o evento o governador também assinou um convênio para a construção de 436 unidades habitacionais por meio do PSH Rural. Na ocasião, um morador recebeu a chave da casa própria simbolizando as 1485 residências já construídas nos assentamentos do Estado. O programa garantirá outras residências para os municípios de Amambaí, Coronel Sapucaia, Dourados, Paranaíba, Eldorado, Glória de Dourados, Ivinhema, Terenos, Caarapó, Jateí, Novo Horizonte do Sul, Rio Verde e Naviraí.

O governador lembrou que o Governo do Estado isentou o ICMS dos tratores e anunciou a possibilidade de fazer o mesmo para os implementos do Programa Mais Alimentos. Puccinelli também afirmou que o Governo está licitando 103 patrulhas mecanizadas, composta por um trator zero quilômetro, grade aradora e carreta para beneficiar, a princípio, assentamentos com mais de 80 famílias.

O ministro ainda anunciou a liberação de R$ 2,1 milhões para ações de estruturação e apoio à produção nos quatro Territórios da Cidadania do Estado: Cone Sul, Da Reforma, Grande Dourados e Vale do Ivinhema.



Espero que o Banco do Brasil em Amambai analise melhor as propostas para financiamento, é burocratico, tenho um projeto protocolado faz 01 ano e so agora eles me avisaram que estao analizando, isso é uma vergonha....
sou agricultor familiar em Amambai....
 
Carlos Antunes em 06/11/2011 11:59:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions