A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

29/08/2011 20:33

Em reunião extraordinária, PMDB começa a definir candidaturas para 2012

Marco Antonio Brito

Governador André Puccinelli deverá atuar como conciliador onde houver conflitos partidários

Youssif Domingos, senador Waldemir Moka, Esacheu Nascimento, André Puccinelli e Simone Tebet, na mesa trabalhos do encontro. (Foto: Divulgação)Youssif Domingos, senador Waldemir Moka, Esacheu Nascimento, André Puccinelli e Simone Tebet, na mesa trabalhos do encontro. (Foto: Divulgação)

O Diretório Estadual do PMDB começou a definir as acomodações que permitirão ao partido oficializar os nomes de seus candidatos a prefeitos nas eleições de 2012.

Com a presença do governador André Puccinelli, da vice-governadora Simone Tebet, do senador Waldemir Moka e de deputados estaduais e federais, o partido realizou na tarde de hoje (29) uma reunião extraordinária convocada pelo presidente estadual, Esacheu Nascimento.

Durante o encontro, os pemedebistas definiram que o partido agirá "dando extrema prioridade aos candidatos da legenda (...) onde for possível que ela ocorra" e aos membros, nos casos em que estes estiverem em condições competitivas de disputar a eleição. Nos municípios onde os interesses partidários apresentem conflito com novas filiações, comissões de conciliação atuarão reunindo-se com as partes "em busca de uma saída pacífica que atenda aos interesses da legenda". O governador André Puccinelli será um dos responsáveis por essas conciliações.

Desconforto - Prefeitos e vereadores de outras legendas já teriam manifestado interesse em ingressar no partido, visando as eleições do próximo ano. Fato que gerou desconforto e conflito entre alguns pemedebistas. Por isso a opção do partido por eleger conciliadores, que deverão se reunir em setembro para analisar os resultados das conciliações e tomar as medidas necessárias para que as filiações - que forem julgadas benéficas para a legenda - sejam realizadas no prazo legal, que expira no início de outubro.

Por sugestão da vice-governadora, Simone Tebet, outra reunião será marcada ainda para a primeira quinzena de setembro com o objetivo de discutir a estratégia do partido nos cinco maiores colégios eleitorais do Estado. Ao final do encontro, o presidente do Diretório Estadual, Esacheu Nascimento, destacou que o partido optou pela democracia "e pelo entendimento antes de qualquer atitude".

Estiveram presentes na reunião os deputados federais Geraldo Resende e Marçal Filho, os deputados estaduais Maurício Picarelli, Eduardo Rocha, Junior Mochi e o presidente da Assembleia Legislativa Gerson Domingos, o secretário de Habitação e das Cidades, Carlos Marun, o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, o vereador Vanderlei Cabeludo, além do suplente de deputado federal, Akira Otsubo e do suplente de deputado Estadual, Youssif Domingos.



Na Política os nomes que disputarão só mesmo nos seis meses antes do pleito.
 
CHRISTOPHER PINHO FERRO SCAPINELLI em 30/08/2011 08:57:26
E quem disse que o PMDB vai ter candidato em 2012? O nome do PMDB é Giroto!
 
Publio Tiburcio em 30/08/2011 08:34:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions