A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

08/03/2010 07:09

PMDB só fará investigação se Valter oficializar denúncia

Redação

O PMDB de Mato Grosso do Sul só fará algum tipo de investigação sobre a possibilidade de compra de votos nas prévias ao Senado se Valter Pereira oficializar a denúncia.

Ontem, durante a sondagem aos filiados do partido, o senador acusou aliados de seu rival, Waldemir Moka, de aliciar eleitores durante a votação.

"Houve casos pontuais, apontados pelo senador, mas vamos tomar as providências à medida que isso chegar oficialmente ao partido. Só podemos analisar qualquer acusação se ela for formalizada por escrito", avisou o presidente regional do PMDB, Esacheu Nascimento, durante entrevista ao programa "Tribuna Livre", da FM Capital.

Ele admitiu que alguns problemas ocorreram em alguns municípios, entre "apaixonados" pelas duas candidaturas, mas foram questões "pontuais" prontamente resolvidas.

"Isso vai depor contra as pessoas que agiram desta forma, porque o PMDB fez uma grande festa democrática e sairá engrandecido deste processo", declarou.

Valter Pereira direcionou suas denúncias à primeira-dama de Campo Grande, Antonieta Trad, e ao marido da prefeita de Três Lagoas, Simonet Tebet, Eduardo Rocha, presidente do PMDB em Três Lagoas.

Ele perdeu as prévias para Moka por 70% dos votos contra 30% em favor de sua candidatura.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions