A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

28/01/2011 21:18

Prefeito de São Paulo visita Campo Grande para conhecer obras antienchente

João Humberto e Ângela Kempfer
Gilberto Kassab já esteve em Campo Grande em agosto de 2009, quando participou junto com Nelsinho Trad, de um seminário sobre cidades brasileiras, no Crea/MS. (Foto: Denilson Secreta).Gilberto Kassab já esteve em Campo Grande em agosto de 2009, quando participou junto com Nelsinho Trad, de um seminário sobre cidades brasileiras, no Crea/MS. (Foto: Denilson Secreta).

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), desembarca amanhã, às 11h, no Aeroporto Internacional de Campo Grande, quando será recebido pelo prefeito Nelsinho Trad (PMDB) e pelo deputado federal eleito Luiz Henrique Mandetta (DEM). Ele vem à Capital conhecer as obras contra enchentes, desenvolvidas pela prefeitura.

Pela manhã, Kassab visitará as obras que estão sendo feitas na região do Shopping Campo Grande. Depois ele percorrerá outros locais em que há mais ações de contenção das cheias, para verificar a possibilidade de implantar medidas semelhantes em São Paulo, que enfrenta calamidade por conta de alagamentos provocados por temporais.

Em sua estada em Campo Grande, Kassab vai aproveitar para conversar com Nelsinho a respeito da Lei Cidade Limpa, que está em vigor desde o dia 1º de janeiro de 2007, em São Paulo. É que a prefeitura quer implantar lei semelhante na Capital, para combater a poluição visual.

É a segunda vez que Gilberto Kassab vem a Campo Grande. A primeira aconteceu no dia 13 de agosto de 2009, quando participou do III Seminário Cidades Brasileiras, Desejos e Possibilidades: Experiências de Revitalização de Centros Urbanos, ocorrido no auditório do Crea/MS (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Mato Grosso do Sul).

Obras antienchente - A prefeitura de Campo Grande já investiu R$ 202 milhões em obras de combate às enchentes. De acordo com Nelsinho, foram gastos R$ 142 milhões em obras antienchente, R$ 25 milhões em obras de saneamento e R$ 35 milhões com ações emergenciais.

Conforme o prefeito, mais R$ 423 milhões serão investidos até 2012 para concluir as obras de combate a enchentes.

Lei Cidade Limpa - A chamada Lei Cidade Limpa é uma lei contra a poluição visual no município de São Paulo, proposta e sancionada por Kassab. Foi criada por meio de um decreto publicado no Diário Oficial da Cidade em 6 de dezembro de 2006 e proíbe a propaganda em outdoors no município, além de regular o tamanho de letreiros e placas de estabelecimentos comerciais.

É proibida a colocação de anúncio publicitário nos imóveis públicos e privados, edificados ou não. Os anunciantes têm a opção, entretanto, de utilizar como alternativa itens do mobiliário público urbano, como abrigos de ônibus, relógios públicos e placas de rua.



O que tem a ver Cuiabá ou MT com esta matéria, sou de Campo Grande e ja fui a Cuiabá, e a nossa cidade não é tão melhor que lá, tem pontos melhores e piores, eu prefiro aqui é claro, mas não podemos criticar uma cidade boa, só porque perdemos a copa pra eles. Além do mais Campo Grande não é exemplo contra enchentes, até mesmo porque nem rio temos na cidade, somente corregos, e já está nesta situação, com certeza se o dinheiro tivesse sido melhor investido ao longo dos ultimos anos, não estariamos nessas condições.
 
jose antonio em 29/01/2011 12:46:29
Isso é bom para a imagem de CG/MS, afinal, quem sabe assim, ele divulga melhor o nome da cidade de "Campo Grande", capital do Estado de
'Mato Grosso do SUL"!
 
Edwardo B. em 28/01/2011 11:07:00
O prefeito de Campo Grande, deveria convidar os prefeitos de Cuiabá e Varzea Grande, para mostrar a eles como se investe o dinheiro dos contribuintes!!! Estive lá nesta semana e é uma vergonha uma cidade que diz que vai ser umas da sede da copa do mundo em 2014, ser tão desorganizada e mal cuidada, em Varzea Grande cidade visinha de Cuiabá o esgoto por lá passa à ceu aberto em varias parte da cidade e quando chove a cidade vira um caos. Na Capital de Mato Grosso , não é diferente não é até pior, olha pude perceber o seguinte mesmo com todo dinheiro que a copa vai levar pra la Cuiabá não vai chegar a medade de Campo Grande, nossa capital entá muito afrente de Cuiabá em infla-estrutura, não vai ser a copa que vai organizar Cuiabá e varzea Grande. Claro que sabemos que a copa foi pra lá por politicagem entre outras coisas que não preciso comentar, foi até bom quem sabe lá melhore 20 % se fosse aqui esse dinheiro todo nossa ai que os Cuiabanos iria ficar no atraso total.
 
Wilke Figueiredo em 28/01/2011 10:36:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions