ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 17º

Política

Prefeito garante reajuste "muito acima da inflação" para servidores

Por Jéssica Benitez | 26/04/2013 13:42
Prefeito garante aumento a servidores públicos (Foto: Marcos Ermínio)
Prefeito garante aumento a servidores públicos (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), anunciou, na manhã de hoje, que o reajuste salarial dos servidores será “muito acima da inflação”. Sem dizer o percentual destinado a cada categoria, o progressista ressaltou que os trabalhadores do setor administrativo serão os mais beneficiados, tendo em vista que alguns não ganham, sequer, um salário mínimo.

“Será um aumento dentro da nossa possibilidade orçamentária e que nunca foi dado aos servidores públicos. Vai superar e muito, inclusive, a inflação”, declarou. Bernal enviará o projeto de reajusta salarial à Câmara Municipal na próxima semana e, com isso, acredita que pode evitar a greve já anunciada pelos trabalhadores.

A inflação nos últimos 12 meses acumula 6,43%, conforme o IPCA-E (Índice de Preços ao Consumidor Amplo Especial) do IBGE e utilizada pela prefeitura para corrigir os vencimentos do funcionalismo.

“Espero que não haja (greve). Estamos conversando com todos os representantes”, explicou. O prefeito adiantou, ainda, que também enviará à Casa de Leis na próxima semana projeto que prevê reforma administrativa na prefeitura. “Vamos mandar a reorganização e aproveitar melhor a estrutura da prefeitura”, contou.

Dentro das mudanças planejadas pelo prefeito está a criação de duas novas pastas: a Secretaria da Mulher e a Secretaria da Juventude. “Será importante para nos equipararmos ao plano do Governo Federal”, avaliou. Vários nomes foram cogitados para administrar as pastas, porém, nenhum foi confirmado.

Aprovação - Na Câmara Municipal alguns vereadores, mesmo não sendo da base aliada ao progressista, já sinalizaram que a reforma será aprovada pelos parlamentares caso seja benéfica à Campo Grande.

O presidente da Casa, Mario Cesar (PMDB), disse acreditar que não haverá “retaliações”, por parte da oposição. Os vereadores Rose Modesto (PSDB) e Carlão (PSB) também se mostraram abertos à reorganização elaborada pelo prefeito.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário