A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

30/05/2013 09:13

Prefeito se reúne com Santa Casa e discussão da dívida entra em pauta

Jéssica Benitez
Bernal se reúne com nova direção de hospital (Foto: ASCOM/Prefeitura)Bernal se reúne com nova direção de hospital (Foto: ASCOM/Prefeitura)

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), se reuniu ontem à tarde com a nova direção da Santa Casa, liderada pelo presidente da ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande) Wilson Teslenco. Segundo o progressista, durante o encontro foram debatidos vários temas, inclusive a busca de novos convênios e discussão da dívida contraída pelo hospital.

Conforme Bernal, a diretoria apresentou o planejamento administrativo contendo reforma do estatuto, regulamento geral, programação orçamentária, proposta de receita, adequação de despesas ao programa. Além disso, eles incluíram na pauta a negociação da contratualização do SUS (Sistema Único de Saúde) aos custos dos serviços.

Por meio de sua página na rede social Facebook, o prefeito revelou ainda que houve “proposta da entidade com a finalidade de buscar novos convênios visando aumento da receita e discussão da dívida estimada em R$ 159 milhões”, escreveu o chefe do Executivo.

Sem revelar se anuirá o empréstimo solicitado à Caixa Econômica Federal pelo governador do Estado, André Puccinelli (PMDB), para quitar R$ 80 milhões da dívida, Bernal disse apenas que está cuidando do assunto com seriedade.

“Estamos tratando desse assunto com muita responsabilidade, pois é a saúde da nossa população”. O prefeito foi à reunião acompanhado pelo secretário Municipal de Saúde, Ivandro Fonseca. O segundo presidente da ABCG, Esacheu Nascimento, também compareceu ao encontro.

Caso - O plano do Governo Estadual é conseguir empréstimo de até R$ 80 milhões junto à Caixa para quitar as dívidas imediatas da Santa Casa. André se comprometeu em pagar até o final de seu mandato (2014) os juros mensais do consignado que deve ser em torno de R$ 600 mil, sendo que na gestão ded 2015 o próximo governador, seja lá quem for, permaneceria com a responsabilidade.

Para isso, porém, é necessário que Bernal anua o contrato com o banco tendo em vista que a Santa Casa está em gestão plena do Município. O prefeito, por sua vez, já se manifestou várias vezes dizendo que não irá arcar com dívida acumulada na gestão do ex-prefeito Nelsinho Trad (PMDB).

“Vou ajudar com o que for justo, correto, dentro da Lei e que represente interesse público. Não vai ser por que X Y ou Z quer que a gente pague a conta que nós vamos pagar”, disse Bernal no último dia 17 durante agenda pública. Outra questão que o progressista não aceita colaborar é a sugestão de André em dividir o déficit mensal do hospital, que vai de R$ 3 a 5 milhões dependendo do mês, entre o Governo do Estado, o Ministério da Saúde e a Prefeitura Municipal.

Santa Casa pede que ação do MPE não seja extinta até dívida ser paga
Representantes da Santa Casa e do MPE (Ministério Público Estadual) se reuniram, na manhã de hoje, para discutir a ação ajuizada em 2007, que culmino...
Nova diretoria da Santa Casa recebe recomendação do Ministério Público
A nova diretoria da Santa Casa mal foi recém empossada e já recebeu uma notificação recomendatória dos Ministérios Públicos. A recomendação foi feita...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions