ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 19º

Política

Prefeitura contrata serviços de chaveiro por meio milhão de reais

Licitação previa serviços para “minimizar as manutenções corretivas visando a prorrogação de sua vida útil"

Lucia Morel | 07/04/2022 15:39
Sede da Prefeitura de Campo Grande. (Foto: Divulgação)
Sede da Prefeitura de Campo Grande. (Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Sidrolândia, cidade a 74 Km de Campo Grande, contratou serviço para trocar 5.314 unidades, entre chaves e fechaduras da sede municipal e suas secretarias por pouco mais de meio milhão de reais. Ao todo são R$ 566.615,75 para três empresas que conforme a licitação, venceram os 12 lotes do certame.

A licitação já teve resultado e os 12 lotes são de 604 chaves simples; 512 de chave sem modelo; 1.040 cópias de chave; 243 cópias de chave com chip codificador; 438 fechaduras; 565 serviços de abertura de porta; 506 substituições de fechadura completa; 699 substituições de miolo; 313 cópias de chave sem chip; 80 cópias de chave com chip codificador (exclusivo para ME e EPP); 146 fechadura (ME e EPP); e 168 substituições de fechadura completa (ME e EPP).

Justificativa da licitação foi para “futuros e eventuais trocas, colocação e reparos que necessitem a virem ser feitos nas fechaduras das portas dos órgãos solicitantes”, sendo que “as quantidades são uma estimativa podendo não ser utilizada na sua totalidade”.

O documento cita ainda que os serviços visam “minimizar as manutenções corretivas visando a prorrogação de sua vida útil, proporcionando ainda um local mais confortável aos colaboradores e munícipes”.

As três empresas que venceram os lotes são Pedro Luiz Ribeiro Ruano – Epp, R & C Comércio, Serviços e Manutenção Ltda Me, e Rocamora Serviços de Escritório Administrativo Eireli. Esta última também foi uma das vencedoras para lavagem de máquinas pesadas, que o Campo Grande News publicou aqui.

Pelo Direto das Ruas, leitor encaminhou o resultado do pregão, que saiu em 16 de março no Diário Oficial da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), com a palavra “vergonha”. Para ele, a licitação é fraudulenta.

A reportagem telefonou para a prefeita Vanda Camilo, que não atendeu as ligações. Também encaminhou questionamento à assessoria que informou, licitação semelhante no ano passado, dos quais apenas R$ 16 mil foi utilizado em serviços de chaveiro. Assim, os valores previstos são uma estimativa em caso de uso e não um recurso que efetivamente será utilizado.

Direto das Ruas - A sugestão de reportagem chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.  

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Matéria atualizada às 17h28 para acréscimo da resposta da prefeitura.

Nos siga no Google Notícias